13 Características de um Líder Ensinadas por Abraham Lincoln


Você vai conhecer 13 Características de um Líder Ensinadas por Abraham Lincoln.

Quase todos os homens são capazes de suportar adversidades, mas se quiser por à prova o caráter de um homem, dê-lhe poder.

– Abraham Lincoln

Essa frase demonstra bem a importância de saber lidar com o poder, de saber administrar esse poder em relação a seus colaboradores.

Há uma enorme diferença entre um chefe e um líder. Contudo, de uma coisa temos certeza:

As pessoas preferem trabalhar para um líder.

É incrível o trabalhar diariamente com alguém que você respeita e, mais importante, respeita você e faz de tudo para impulsionar o envolvimento e engajamento da equipe.

Neste texto, iremos lhe mostrar 13 Características de um Líder Ensinadas por Abraham Lincoln, que é considerado um dos maiores líderes de todos os tempos e com isso poder contar com o bom trabalho de seus colaboradores. Vem com a gente!

1. O Líder é Compassivo

Compaixão é uma das qualidades mais importantes a se ter na vida, principalmente no trabalho. Muitos dizem que a empatia, que é a capacidade de se colocar no lugar do outro, é a qualidade mais importante da liderança.

Nesta perspectiva, a compaixão seria o próximo passo, ou seja, a evolução da empatia. A compaixão é quando você se coloca no lugar do outro e toma uma ação para melhorar a situação daqueles que estão tendo um problema ou passando por dificuldade.

Se alguém está sofrendo com os sintomas de um resfriado, uma coisa é você querer sentir toda a dor e incomodo da doença, mas muito melhor e mais útil será você fazer uma sopa e comprar remédio para que a pessoa fique logo boa. Isso é compaixão.

Por outro lado, a maioria dos chefes, infelizmente, não se importa em saber como seus colaboradores estão se sentindo com o trabalho e fora dele. Ou pior ainda, fingem se importar, mas não fazem nada que efetivamente possa mudar a situação.

2. Líderes são Inclusivos

As palavras que escolhemos usar podem ter um efeito dramático na percepção que as pessoas constroem sobre nós.

Uma coisa boa para se incluir em seu discurso é o “nós”, pois este pronome reforça a atmosfera de equipe e união, fazendo os colaboradores perceberem que todos estão trabalhando para uma missão coletiva.

Ao invés de falar “ajudei um cliente a montar seu sistema”, diga “ajudamos nosso cliente a obter o seu sistema”. Mesmo que tenha sido só você que fez o trabalho, mostre que tudo que é feito na empresa é parte de um esforço em equipe.

Os chefes estão sempre concentrados na política da empresa e usam o “eu” para tudo, pegando os créditos do trabalho feito pela equipe. Isso causa uma grande desmotivação nos colaboradores.

3. O Líder NÃO Faz Micro Gerência

Os líderes inteligentes sabem que são os colaboradores que estão sob sua gestão é que fazem uma empresa ser bem-sucedida.

Se você implantar a micro gerência em sua empresa, isto é, o controle de perto dos colaboradores, a equipe não tem como crescer e se desenvolver.

É preciso dar autonomia a seus empregados para eles sentirem que você tem confiança neles. Sendo assim, a micro gerência é a pior coisa que você pode fazer como chefe, pelos seguintes motivos:

  • Diminui a velocidade de sua equipe;
  • Não permite que os colaboradores cresçam e aprendam novas habilidades;
  • Acaba com a motivação;
  • Faz com que você deixe de fazer outros trabalhos, pois supervisionar o trabalho da equipe irá tomar boa parte do seu tempo.

Sabendo disso, um líder inteligente sabe a importância de delegar tarefas e está sempre disponível para dar feedback ou responder qualquer pergunta que venha a surgir durante o trabalho.

Dê aos colaboradores uma boa direção e confie que eles farão o melhor.

Por exemplo: se sua empresa precisa trabalhar em um projeto desde o início, você pode dizer a um empregado o assunto geral, alguns pontos que são imprescindíveis e alguns exemplos de projetos semelhantes que foram concluídos com sucesso.

Lembre aos colaboradores que você sempre estará a disposição caso eles precisem de algo, mas os deixe livres na execução do trabalho.

Líder

4. Líderes Ganham Respeito

Os líderes sabem que o respeito dos funcionários é algo que deve ser conquistado ao longo do tempo. Contudo, os líderes espertos trabalham duro desde o início para ganhar o respeito de sua equipe.

O grande segredo é: respeitar para ser respeitado!

Se você respeitar seus colaboradores e trata-los como merecem, como pagando um salário justo, oferecendo qualidade de vida, reconhecendo quando o trabalho é bem feito, pagando horas extras e etc, você vai ganhar lentamente o respeito de seus colaboradores. Tenha em mente que toda boa relação é construída sobre uma base de confiança e respeito.

Por outro lado, muitos chefes possuem a velha mentalidade de que os colaboradores respondem bem ao medo. Eles não o respeitarão dessa forma. Pelo contrário, gritos e ameaças só farão com que eles tenham queda de produtividade e, na primeira oportunidade, deixem a empresa.

5. Um Bom Líder NÃO Usa Pessoas, Ele as Desenvolve

Se você não respeitar seus colaboradores e usá-los apenas como máquinas que trabalham para você, certamente eles não irão lhe respeitar.

Verdadeiros líderes vão olhar para seus colaboradores como seres humanos, com potencial para crescer e evoluir como profissionais e pessoas.

Compreendendo isso, os líderes trabalharão para desenvolver as pessoas em futuros líderes, o que, por sua vez, fará com que eles fiquem melhores.

Chefes não têm tempo para ser incomodados com as preocupações de seus colaboradores, enquanto os líderes vão destinar um tempo para reunir com eles com o intuito de conversar e dar feedbacks, pois sabem que isso irá ajudar na evolução deles.

Da mesma forma, os líderes sempre destinam um tempo para reuniões individuais que são essenciais para conhecer melhor os colaboradores e ajudá-los tanto quanto o possível.

Chamada Ebook Avaliacao Desempenho

6. Líderes Participam do Trabalho

Os líderes compreendem que eles, assim como os colaboradores, são uma parte da equipe. Se você pensa que já que possui uma equipe de profissionais que trabalha para você não será preciso fazer nada, você é um chefe e não um líder.

Se, por outro lado, você está pronto para arregaçar as mangas e trabalhar ao lado de sua equipe, então você pode considerar-se um líder.

Por exemplo: se você pedir para seus colaboradores se empenharem mais para atender ao prazo de um cliente e na hora do expediente você estiver jogando tênis, não espere que eles fiquem felizes e satisfeitos com a sua gestão. Eles irão sentir que fazem o trabalho duro para você levar os créditos, o que terá um grande impacto na produtividade e moral de seu pessoal.

7. Grandes Líderes Assumem a Culpa e Dão Créditos

Esta é principalmente uma questão de confiança e ego. Os líderes não se importam em não obter crédito. Mesmo que tenham feito a maior parte do trabalho, eles ficarão felizes em passá-los aos colaboradores para que se sintam orgulhosos e mais engajados.

Os melhores líderes também assumem a culpa do erro da equipe, mesmo que não tenha sido diretamente sua. Mas, para não desmotivar a equipe, eles estão dispostos a assumir a responsabilidade se algo der errado. Este é um ato muito nobre!

Os chefes precisam ganhar todos os créditos para alimentar seu ego. Não só os chefes não estão dispostos a assumir a culpa, mas eles sempre buscam colocar a responsabilidade do que der errado em alguém, ao invés de seguir em frente, tentar corrigir o problema e garantir que isso não aconteça novamente.

8. O Líder Pensa em Longo Prazo

Os líderes trabalham com uma missão definida, o que exige um planejamento e metas de crescimento em longo prazo.

Quando a sua empresa é baseada em valores, você deve ser inteligente com a forma como você toma decisões. Se não satisfaz sua visão a longo prazo, então não deve nem começar a ser feito. Tudo é pensado a longo prazo, e todos na empresa já trabalham nessa sintonia.

Por outro lado, a maioria dos chefes está muito focada na próxima venda ou nos resultados do próximo trimestre e, por isso, a maioria das decisões são tomadas visando um curto prazo, o que acaba custando muito tempo e energia, além da construção de objetivos vagos.

Líder

9. Líderes Lidam de Igual para Igual

O que os líderes desejam é criar uma cultura onde todos sejam iguais e sintam essa igualdade. Hierarquias planas estão se tornando mais populares porque removem a noção de que alguém está acima e é melhor que os outros.

Todo mundo tem algo a oferecer, e todos merecem ser tratados da mesma forma.

Por exemplo: Tony Hsieh, CEO da Zappos, poderia ter um grande escritório, mas escolheu ocupar uma mesa do mesmo tamanho e junto de sua equipe. Esta é a atitude de um líder.

Os chefes, mais uma vez para alimentar seu ego, precisam sentir que são importantes e agir como se estivessem acima dos seus empregados.

Contudo, temos visto muitas vezes ao longo da história, que tratar a todos como iguais é uma jogada de líderes inteligentes.

10. O Bom Líder está Focado nas Pessoas

Seu povo é o seu melhor trunfo.

Se mais gestores acreditassem nisso e tratassem seus colaboradores como eles merecem ser tratados, certamente, não teríamos tantos profissionais desmotivados.

Os chefes estão, muitas vezes, focados em processos, e por isso, não deixam seus colaboradores assumirem riscos e tentarem coisas novas.

Seus colaboradores possuem muitas ideias inteligentes e inovadoras e estão ansiosos para compartilhá-las, se você der a eles uma chance.

Assim, ao usar uma plataforma de engajamento de colaboradores, os líderes podem obter insights sobre como sua equipe se sente na empresa.

11. Grandes Líderes Transmitem Honestidade

Um líder precisa ser admirado para ser seguido. Para isso, sua conduta ética deve ser exemplar. Normalmente, os líderes seguem e passam aos colaboradores os valores e crenças da empresa.

O ideal é incentivar seus colaboradores a criarem o hábito da honestidade, o que irá influenciar no ambiente de trabalho e no resultado da equipe.

Líder

12. Um Líder Deve Saber Usar o Senso de Humor

O ambiente de trabalho influencia e muito na produtividade. Ter um chefe mal-humorado pode atrapalhar o rendimento da equipe.

O bom humor, por outro lado, é um motivo a mais para os colaboradores acordarem de manhã para irem trabalhar. Não levar problemas e preocupações tão a sério pode quebrar o clima tenso do dia a dia tornando o ambiente de trabalho mais leve.

13. O Líder Deve Mostrar Atitude Positiva e Otimista

Se sua equipe está feliz e otimista, ela não vai se importar de se doar um pouco mais por um objetivo em comum. O exemplo do líder é fundamental para os colaboradores seguirem este comportamento.

Portanto, ter atitudes positivas e otimistas irá tornar o ambiente mais leve e produtivo, mantendo os colaboradores mais engajados.

Além dessas características que devem ser presentes em um líder, vamos conhecer 5 Lições de Liderança que o legado de Lincoln nos deixou:

Líder

1. Saia do escritório e circule entre as pessoas

Em 1861, Lincoln passou mais tempo fora da Casa Branca do que nela. E acredita-se que ele conheceu cada soldado da União que se alistou no início da Guerra Civil.

Como é ser um líder acessível?

Por mais difícil que possa parecer, em 1861, Lincoln passou mais tempo fora da Casa Branca do que nela. E as chances são boas de que se um soldado da União tivesse se alistado no início da Guerra Civil, ele tenha visto o presidente pessoalmente.

Lincoln fez questão de inspecionar pessoalmente cada estado de regimento de voluntários que passaram por Washington. Lincoln sabia que as pessoas eram sua melhor fonte de informação. E a acessibilidade construía a confiança.

Ele passava 75% do dia em reunião com as pessoas. Lincoln teve uma política de portas abertas. Sim, o presidente dos Estados Unidos tinha uma política de portas abertas. Lincoln era provavelmente o principal executivo mais acessível que os Estados Unidos já conheceram.

2. Persuadir ao invés de coagir

Apesar de ter o poder da presidência, Lincoln não teve tendências repressivas com as pessoas, ele as convencia. Como ele fazia isso?

Ele se tornou amigo dessas pessoas. Aqui está Lincoln falando sobre seus métodos:

“Quando a conduta dos homens é projetada para ser influenciada, a persuasão despretensiosa, nunca deve ser adotada. É uma velha e uma verdadeira máxima, uma ‘gota de mel apanha mais moscas do que um galão de fel’.”

Então, com os homens, se você quer ganhar um deles para a sua causa, primeiro convença-o de que você é seu amigo sincero. Aí está uma gota de mel que pega seu coração, que, diga o que quiser, é a grande estrada para a sua razão, e que, uma vez adquirida, vai fazer com que você encontre menos dificuldade em convencer seu julgamento da justiça.”

Esse pensamento serve para os dias de hoje? Sim.

Qual é a primeira coisa que a Harvard Business School ensina aos estudantes de MBA sobre a negociação? As pessoas precisam gostar de você.

Não é surpresa que as pessoas prefiram dizer sim a um pedido quando conhecem e gostam de quem está pedindo. Uma maneira simples de fazer as coisas acontecerem é descobrir semelhanças ou paralelos que existem entre você e a pessoa que você quer influenciar e, depois ressaltar essas coisas.

Lincoln tem uma famosa citação sobre o assunto:

Eu destruo meus inimigos quando faço deles meus amigos.

Seus colaboradores não serão seus inimigos, mas esse ensinamento serve para você engajá-los na sua causa e manter o controle de forma natural sobre a sua equipe.

3. Lidere sendo liderado

Lincoln sempre dava crédito onde o crédito era devido e também assumia a responsabilidade quando as coisas davam errado.

Isso não apenas satisfazia a necessidade de Lincoln com a honestidade, a integridade e a dignidade humana; também dava aos seus subordinados a percepção correta de que eles eram, de muitas maneiras, responsáveis por suas atitudes.

Nada faz as pessoas se sentirem melhores do que isso. Lincoln não tinha problema em dizer que ele era o responsável quando algo errado acontecia.

Ele confiou no julgamento das pessoas que estavam na linha de frente. Essa é uma das características de uma boa liderança militar.

“Durante o início da década de 1960, a Unidade de Pesquisa de Neuropsiquiatria da Marinha médica (agora o Centro de Pesquisa de Saúde Naval) realizou uma série de estudos sobre liderança em pequenas estações antárticas.

Nesse programa de pesquisa, foi descoberto que os líderes estimados tendiam a possuir uma orientação de liderança relativamente democrática e um estilo de liderança caracterizado por uma maior participação nas atividades do que as tradicionais para uma organização militar.”

4. Estimule a inovação

O que Lincoln sabe sobre inovação? Bem, ele é o único presidente dos Estados Unidos que sempre patenteava alguma coisa.

Anos antes de assumir a presidência, Lincoln tinha mostrado seu interesse por inovação, quando, em 10 de marco de 1849 (aos 40 anos), ele recebeu uma patente para um novo método de fazer barcos aterrados mais flutuantes.

O que é necessário para aumentar a criatividade e a inovação em uma organização? Como eu disse antes, é bastante simples:

Recompensar as pessoas por tentar coisas novas e não puni-las com o fracasso. Lincoln sabia disso.

E mesmo durante seus momentos mais difíceis, Lincoln continuava a exortar os seus subordinados para ir atrás de novos avanços, implementar ideias e, ao mesmo tempo, ter tempo para aprender.

Ele percebeu que, como líder do executivo, era sua responsabilidade principal criar o clima de empreendedorismo necessário, livre de risco para promover a inovação eficaz.

5. Influencie pessoas através do storytelling

Lincoln era um grande contador de histórias e, ativamente aproveitou essa habilidade para conquistar as pessoas.

O próprio Lincoln disse claramente:

“Eles dizem que eu conto muitas histórias. Acho que eu faço isso; mas eu aprendi em longa experiência que as pessoas simples são mais facilmente influenciadas por meio de uma ilustração ampla e bem-humorada do que de qualquer outra forma.”

Quando os alunos são convidados a recordar de discursos, 63% se lembram das histórias. Apenas 5% se lembram de alguma estatística individual. Se você é um líder como Lincoln era, você precisa saber o que inspira a moral da equipe. E a resposta é: uma boa história. O storytelling pode melhorar quase todas as áreas de sua vida.

Por que contar histórias é tão poderoso?

A professora de Stanford Jennifer Aaker fez uma pesquisa mostrando que histórias são fundamentais para o nosso senso de significado. Alguns novos estudos sugerem que se gastarmos tempo pensando sobre histórias em nossas vidas, isso pode ser a forma mais eficaz de se descobrir o que é significativo e o que não é.

Você está buscando se tornar um Verdadeiro Líder?

As habilidades de liderança desempenham um papel bastante significativo no desenvolvimento profissional. Sendo assim, desenvolver e aperfeiçoar algumas habilidades irão ajudá-lo a ser um extraordinário líder para a sua equipe.

Um bom líder está sempre em busca da excelência para sua empresa. Com isso busca ferramentas qualificadas para a gestão de seus colaboradores, tendo um controle claro e preciso sobre sua equipe e facilitando na tomada de decisão. E se você leu até aqui, é porque está em busca dessa ferramenta.

Nós da Software Avaliação, já ajudamos mais de 200 Líderes e Gestores em grandes empresas no Brasil e no exterior e podemos ajudar você também a gerir sua equipe e alcançar resultados magníficos.

Clique no link abaixo para uma breve apresentação do Software Avaliação, e saiba como nossas ferramentas podem ajudar você a liderar sua equipe a alcançar suas metas e objetivos.

>> Clique Aqui e conheça o Software Avaliação Gratuitamente <<

 

13 Características de um Líder Ensinadas por Abraham Lincoln
5 (100%) 5 votes


E-book Grátis

Descubra os 10 passos infalíveis para uma Avaliação de Desempenho Perfeita.

Informe seu e-mail ao lado

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!