Liderança e Motivação de Equipes: Forme uma Equipe Vencedora Agora!


Liderança e motivação de equipes

Para uma performance eficiente da sua equipe, liderança e motivação devem andar sempre juntas.

Como líder, você é uma referência importante para seus liderados, por isso, é necessário estar sempre atenta à sua capacidade de encorajar as outras pessoas e incentivá-las a se manterem motivadas.

Alinhar liderança e motivação é um grande desafio, por isso separamos para você 7 dicas para motivar sua equipe com sucesso.

Liderança e motivação de equipes

Veja abaixo:

Cuide primeiramente da sua motivação pessoal

Como líder, você certamente é muito cobrada por resultados e, principalmente, por bons exemplos.

Esta cobrança pesa na vida profissional da líder, por isso, saber usar sua Inteligência emocional para equilibrar os desafios diários é uma boa alternativa para se manter alinhada com os objetivos da sua função.

Procure alternativas para se manter motivada, alinhando sua carreira com outras esferas da sua vida pessoal.

Se for necessário, procure acompanhamento com um coach ou um terapeuta.

Eles podem ser um bom investimento para a sua carreira.

Esteja certa de que sua saúde emocional e suas atitudes devem estar igualmente saudáveis para poder contagiar a sua equipe, caso contrário, tudo não passará de discurso.

  • Elogie e reconheça

Pessoas gostam de se sentir especiais.

Crie situações para reconhecer uma tarefa bem feita, mas sempre seja sincera, pois os colaboradores estão cada vez mais críticos e sabem quando você não está sendo autêntica.

Descubra o que cada um tem de melhor e reforce o que esta pessoa possui como um exemplo para os outros. Sinceridade tem tudo a ver com liderança e motivação.

  • Seja positiva

Até situações ruins podem trazer boas lições. Se um colaborador errou em um procedimento, corrija, mas reforçando que esta é uma oportunidade para que ele fique mais atento para as próximas vezes. Não valorize o erro, mas a oportunidade de aprendizado.

Assim, eles vão entender que você está trabalhando para o crescimento da equipe, gerando engajamento e comprometimento.

  • Crie a empatia

Se colocar no lugar do outro é uma competência muito valorizada para os líderes, que devem buscar compreender como seus colaboradores pensam, sentem e reagem à rotina de trabalho.

Ouça sempre com atenção, busque entendê-los para tirar o melhor que eles podem oferecer.

Trate-os como indivíduos, afinal, o sucesso que a sua empresa almeja passa pelo trabalho da sua equipe.

Não a trate apenas como parte do processo, mas sim, como pessoas importantes que vão ajudar a conquistar os objetivos da organização.

Liderança e motivação são fundamentais para isso.

  • Valorize ideias

Desenvolva canais para que as ideias dos colaboradores cheguem até você. Pode ser através de reuniões periódicas, convites para um bate-papos ou até mesmo através do e-mail.

Deixe claro que a equipe é importante para o crescimento da empresa. Assim eles se sentirão valorizados e poderão contribuir com mais eficiência para o progresso do negócio.

  • Celebre

Quando falamos de liderança e motivação, muitas pessoas as associam ao reconhecimento financeiro. No entanto, fazer o que se gosta e estar num ambiente de trabalho harmônico traz benefícios ímpares para a motivação das pessoas.

Cuide do clima organizacional e crie motivos para celebrar vitórias. Pode ser um happy hour para comemorar a meta atingida, a celebração do aniversário de colaboradores ou datas que tenham a ver com o negócio da empresa.

Os benefícios virão com o tempo, com a criação de laços que vão além da rotina do escritório, contribuindo para um ambiente mais descontraído e agradável de se trabalhar.

  • Crie metas se aproximando da equipe

As metas continuam sendo imprescindíveis para guiar a equipe e fazê-la entender onde a empresa precisa chegar. Seja criativa e faça isso de forma inovadora, a fim de conquistar o comprometimento deles.

A criação de peças publicitárias e a apresentação personalizada da meta do mês, com um contato mais próximo através de um café da manhã, por exemplo, pode surtir bons efeitos.

É bem mais motivante do que você apresentar somente uma planilha de Excel em preto e branco.

Busque o contato mais próximo sempre, e não se esqueça de reconhecer os colaboradores que alcançarem os objetivos.

Para aqueles que ainda não chegaram lá, incentive-os, e se necessário, reforce o treinamento.

Liderança e motivação nas organizações

O colaborador satisfeito é o melhor recurso para o sucesso e organização de uma empresa e, portanto, motivá-lo é essencial. É importante que as organizações deem perspectiva de desenvolvimento profissional àqueles que alcançarem melhores resultados e transmitir a certeza de que o trabalho feito é visto, avaliado e valorizado.

Liderança e motivação de equipes

Entendendo quem é o líder

Nesse contexto, o líder é a figura responsável por garantir que os funcionários saibam a importância de seu papel na engrenagem que move a companhia.

Pessoa chave em qualquer empresa, o líder é aquele profissional em que todos confiam, servindo de referência e suporte para a equipe e para seus superiores.

São qualidades inerentes a um bom líder: domínio total de seu trabalho, sempre agir com ética e comprometimento com o sucesso da organização.

Entretanto, em primeiro lugar, vem sua capacidade de gerir relações interpessoais.

Para liderar, acima de tudo, é preciso saber ouvir, conversas, respeitar e ter estabilidade emocional para contornar bem as piores situações.

Assim como uma organização precisa confiar em sua equipe, o inverso também deve acontecer. Por isso, o líder deve estar disposto a sanar dúvidas e atender anseios de seus liderados com relação ao que acontece no ambiente de trabalho.

Respeitado e não temido

Essa é uma das principais diferenças ente líder e chefe. Enquanto o último impõe sua vontade por meio de ordens e autoritarismos, o primeiro inspira quem está ao seu redor e os conduz na direção que devem seguir para o sucesso da empresa.

O chefe comanda de cima, já o líder está ao lado dos colaboradores, seguido o mesmo caminho e lutando para vencer os mesmos obstáculos que o restante da sua equipe. Todo o indivíduo de uma equipe tem seu papel e sua importância, e o líder não está acima de ninguém.

Outra importante qualidade de um grande líder é, proporcionar a evolução dos colaboradores com quem trabalha.

Ele não se esforça apenas para que seus subordinados façam o trabalho, mas, principalmente, para trazer à tona o potencial máximo de cada um, explorando e evoluindo suas habilidades individuais.

Ao entender cada elemento de sua equipe, o líder consegue direcionar cada talento para as atividades mais apropriadas, potencializando o resultado ao mesmo tempo em que contribui para que os liderados percebam o quanto são necessários e trabalhem ainda mais motivados.

Lembre-se: não há nada mais valioso para o colaborador do que se sentir relevante.

Liderança e Motivação

Líderes servem de espelho e motivação na mesma medida em que se tornam símbolo de sucesso.

Sendo assim, têm a responsabilidade de formar novos líderes em suas equipes, para que o relacionamento entre a organização e seus colaboradores seja fortalecido cada vez mais.

De acordo com Paul Hersey, um dos autores de “Teoria da Liderança Situacional” um dos livros mais conceituados sobre liderança, cada indivíduo possui um fator que o motiva, sendo que esse impulso interior pode ser completamente diferente de pessoa para pessoa.

Por isso, um bom líder deve entender cada um dos colaboradores e conduzir o trabalho de motivação de forma individual.

Quando falamos de equipes, devemos lembrar que elas são compostas por indivíduos.

Isso significa que não podemos tratar a todos da mesma forma, por isso, um líder deve ter tato para poder lidar com situações e pessoas diferentes, sempre de forma satisfatória.

Ferramentas de Coaching para motivar os colaboradores

O Coaching é o principal instrumento de desenvolvimento humano que existe.

Ao aplicar seus mecanismos, é possível desenvolver habilidades e competências de toda a sua equipe, fazendo com que cada indivíduo evolua e desperte todo o seu potencial.

Para isso, o método combina conhecimentos de muitas ciências que estudam o comportamento humano com técnicas e metodologias específicas.

Principais Ferramentas usadas pelo Coaching

  • Coaching Assessment;
  • Avaliação de Perfil Comportamental;
  • Teste de sistemas representacionais;
  • Roda da Vida;
  • Autofeedback;
  • Feedback 360º projetivo.

A relação entre liderança e motivação

Liderança e motivação são elementos diretamente interligados e inseparáveis. Mais do que isso: são fundamentais para o desenvolvimento contínuo e alcance de resultados extraordinários! Funcionários felizes e motivados produzem mais e melhor, além de se tornarem mais engajados e comprometidos.

Dicas para potencializar a sua liderança

Confira dicas de como se tornar um líder de sucesso por meio de competências e atitudes de motivação para sua equipe:

Reconheça o valor de sua equipe

Um verdadeiro líder valoriza e promove sua equipe.

Ser reconhecido e respeitado é uma das necessidades básicas do ser humano e, portanto, uma das formas mais efetivas de estimular sua equipe a entregar os melhores resultados.

Estimule a atitude colaborativa

O senso de pertencimento gera altíssimo impacto nos resultados e alcance dos objetivos do negócio.

Todo profissional precisa se sentir parte integrante e útil da instituição.

Para isso, inclua os colaboradores nos projetos e dê abertura, respeito e confiança para que ele se sinta confortável e seguro para expor, propor e agregar com novas ideias e estratégias.

Dessa forma, o funcionário se torna mais ativo, participativo e contribui significativamente para o crescimento da organização.

Dê condições de crescimento

Quanto mais a equipe se aprimora e se torna melhor no que faz, mais resultados serão alcançados. Cuidar da evolução do seu time é cuidar de sua própria evolução enquanto líder.

Promova e incentive o desenvolvimento contínuo de seus colaboradores, especialmente por meio de treinamentos, palestras e workshops.

Dinâmica de liderança e motivação

Uma das ferramentas utilizadas pelas empresas para manter os colaboradores felizes e produtivos são as dinâmicas de grupo de liderança e motivação.

Especialmente na área de Recursos Humanos, as dinâmicas são usadas em recrutamentos, seleções, treinamentos, processos de aprendizagem, troca de conhecimento e interação.

Durante essas atividades, as competências mais observadas são a liderança, capacidade de trabalhar em equipe, foco em resultados, iniciativa, ética, resiliência, postura e personalidade.

As dinâmicas de liderança e motivação de equipes conseguem sensibilizar o colaborador e alterar a forma como uma equipe lida com as questões relacionadas ao trabalho e à vida pessoal.

Veja a seguir algumas dinâmicas interessantes para fazer com equipes de trabalho.

Exemplos de dinâmicas de liderança e motivação

Sociograma

Objetivo: descobrir os líderes positivos e negativos de um determinado grupo, além de identificar pessoas nas quais o grupo confia.

Material: papel, lápis ou caneta.

Desenvolvimento: dê um pedaço de papel e uma caneta para cada participante e oriente-os a responder as seguintes questões:

1- Se você fosse para uma ilha deserta e tivesse que passar muito tempo nela, quem você levaria do grupo?

2- Se você fosse montar uma festa e tivesse que escolher os participantes dela, quem você escolheria?

3- Se você fosse sorteado para fazer uma grande viagem e só pudesse levar três pessoas do grupo, quem você levaria?

Os participantes da dinâmica devem ser orientados a responder cada pergunta em, no máximo, 60 segundos (cronometrados por você ou outro coordenador da dinâmica).

Com os resultados, é possível interpretar as relações interpessoais dentro da empresa, de forma a criar melhores estratégias de relacionamento.

O que você parece para mim

Objetivo: integrar o grupo, melhorando sua socialização, identificando falhas e exaltando qualidades.

Material: papel cartão, canetas hidrocor e fita crepe.

Desenvolvimento: com a fita crepe, cole um cartão nas costas de cada participante e entregue a ele uma caneta. Em seguida, oriente todos a escrever algo específico sobre a pessoa. Escolha um assunto como uma qualidade da pessoa ou um defeito que deve ser melhorado.

Dinâmica do nó humano

Objetivo: mostrar a importância do trabalho em equipe e integrar o grupo.

Desenvolvimento: peça para que todos os participantes deem as mãos e formem um círculo, memorizando quem está à sua direita e à esquerda.

Em seguida, oriente todos a soltar as mãos, fechar os olhos e caminhar pela sala. Após alguns segundos, faça todos pararem onde estão, e peça para que abram os olhos e localizem as pessoas que estavam ao seu lado. Sem sair do lugar, os participantes devem tentar dar as mãos novamente.

O resultado será um verdadeiro nó humano, que deve ser desfeito sem que o grupo separe as mãos. É permitido que o mediador interfira um número limitado de vezes e com o consenso do grupo.

A ideia passada pela atividade é de que todos os problemas vivenciados no ambiente de trabalho devem ser resolvidos com a cooperação de todos,

que devem estar sempre unidos na busca por soluções criativas.

Durante o processo, alguns líderes vão se sobressair naturalmente, tentando organizar o conjunto para que todos ajam de forma coesa em prol do objetivo final.

Gravuras

Objetivo: criação de afinidades entre os integrantes do grupo, além de respeito e solidariedade.

Material: revistas, tesoura, sulfite e cola.

Desenvolvimento: disponibilize algumas revistas ao grupo e peça para que cada um recorte três gravuras, representando o passado, o presente e o futuro.

Em seguida, diga para cada pessoa se apresentar resumidamente, falando um pouco sobre o seu passado, presente e futuro,

relacionando as figuras escolhidas com o que é dito e explicando suas escolhas.

Isso fará com que todos se conheçam melhor e tenham a oportunidade de mostrar um pouco de si. É incrível o que acontece depois.

Técnicas de liderança e motivação

A maioria dos profissionais ao atingir cargos de gerência, direção ou administração, costuma cometer o mesmo equívoco de julgar que ser líder é apenas comandar aos outros.

Uma liderança ideal vai muito, além disso, e para ser exercida com maestria ela requer certas habilidades, tais como a capacidade de motivar e conciliar pessoas.

Desenvolver boas governanças não costuma ser tarefa fácil, pois administrar trabalhos em equipe requer uma rara cadência, que possibilite o desenvolvimento profissional e torne a rotina no trabalho agradável para todos.

Para atingir esse equilíbrio ideal, existem seis técnicas de liderança que mais do que essenciais, são obrigatórias para qualquer bom profissional que trabalhe com gestão e administração de empresas.

Confira abaixo algumas técnicas de liderança e motivação:

  • Liderar treinando liderados: Um bom líder não teme eventuais competições e tem sempre os melhores interesses de sua empresa em mente, o que o leva a treinar assistentes para que algum dia, se necessário, eles sejam capazes de assumirem a liderança.
  • Aprender sempre: O bom líder está sempre em busca de conhecimentos que lhe permitam aprimorar suas técnicas de liderança. Alguns exemplos são a leitura de livros, a participação em cursos, palestras e workshops e a troca de experiências com outros profissionais.
  • Ser flexível: Regras e rotinas exageradamente rígidas empobrecem qualquer boa liderança. Tenha em mente que mudanças são inevitáveis no caminho do verdadeiro progresso, e mentalidades muito conservadoras impedem o crescimento da produtividade.
  • Conhecer aqueles que você lidera: Entusiasmo é tão importante quanto inteligência e habilidade. Tente descobrir os interesses que movem seus liderados e sempre procure descobrir o que os estimula e encoraja.
  • Ser coerente: Ninguém confia em líderes de humor instável, hora calorosos e hora indiferentes, que em um momento são cordiais e no outro desagradáveis. O ideal é ser ponderado, comedido e profissional nas atitudes e reações.
  • Admitir seus próprios erros: Um verdadeiro líder admite erros e os corrige com humildade. Ele nunca se esquiva de responsabilidades e tampouco as transfere a seus subordinados.

Dicas de liderança e motivação

Veja as três dicas de liderança e motivação

liderança e motivação

  1. Ache seus pontos fortes

Perdemos um tempo considerável com nossos defeitos – o que separa os 100% que gostaríamos da porcentagem que conseguimos. Para não ficarmos estacados nisso, melhor tentar um exercício que traga o que temos de melhor. Ache um lugar confortável e sem focos de distração. Feche os olhos, respire profundamente e, quando estiver pronto, retorne a esses três momentos:

  1. Quando criança. Que tipo de brincadeiras imaginárias você mais gostava? Que personagens escolhi para ser? Quais jogos te atraíam e quem você chamava?
  2. Quando adolescente. Quais atividades te faziam perder a noção do tempo? O que fazia aumentar sua energia e o que isso diz sobre você?
  3. Quando adulto já trabalhando. Olhe para o ponto mais alto que aconteceu nos últimos 18 anos. O que você estava fazendo? Qual é a natureza do impacto disso para você, para os outros e a empresa?

Olhando através desses momentos, você conseguirá entender quem você é, o que te orgulha, o que orgulha seus amigos e família… Esses são seus pontos fortes. A mágica é você aprender em como usá-los no dia a dia, frente a desafios reais. Todos temos fraquezas para melhorar. Mas focar-se nos pontos fortes é uma abordagem muito mais inspiradora.

  1. Pratique a pausa

O trabalho nos desafia todos os dias: prazos estourados, recursos escassos, clientes furiosos, briga na equipe….

Tudo isso poderia te fazer brigar, falar alto ou ficar sem ação.

Segure a onda e dê um passo atrás.

Enquanto isso, pense na metáfora de um iceberg (pouco visível na superfície).

  1. Note o impacto sobre você: O que você está, ou não, fazendo? Dizendo ou não? Como está reagindo? Que efeitos têm suas palavras e atos?
  2. Abaixo da linha d’gua: O que está pensando e sentindo sem expressar? Quais resultados negativos mais te preocupam?
  3. Mais profundamente, olhe para seus valores e crenças: O que é mais importante? O que você acredita sobre esse tipo de situação, sobre você e os outros?
  4. Ainda mais profundo, examine suas necessidades subjacentes: O que está em jogo para você nessa altura? Você está ciente de todos os desejos e necessidades mais profundas?

Faça uma pausa e pergunte-se: “O que eu realmente queria para mim naquele momento?”

Foque nas necessidades que deseja proteger, abrindo a possibilidade para vários tipos de comportamento.

  1. Escolha perguntas de forma inteligente

Qual é a diferença entre os dois grupos de perguntas abaixo?

E quais diferentes respostas eles instigam?

  1. Qual é o problema? / Qual é a causa? / Quem está reclamando? / O que você tentou que não adiantou?
  2. Por que não foi capaz de resolver isso ainda?
  3. O que você gostaria de ver (e fazer) acontecer? / Você pode se lembrar de uma época em que a solução estava presente, pelo menos em parte? O que tornou isso possível?
  4.  Quais são os menores passos que você poderia dar que fariam grande diferença? O que você está aprendendo nesta conversa até agora?

As diferenças são grandes: o primeiro grupo de perguntas, com foco no problema, é bom para resolver questões técnicas, e frequentemente provoca reações defensivas, deixando os participantes se sentindo oprimidos.

No segundo grupo, com foco na solução, os interlocutores se sentem mais animados, curiosos e engajados na conversar.

Nós somos inclinados a usar o primeiro de perguntas mais do que o segundo.

Elas funcionam para questões lineares que tem respostas “certas”.

Ao caminhar na direção da liderança e motivação, os desafios ficam mais complexos. Se desenvolvemos instintos com foco na solução, capacitamos os demais e os engajamos, dando esperança (afinal, colaboradores com problemas também sentem medo) e buscando a melhor solução possível.

O que é liderança e motivação?

Líder é aquele que tem o objetivo principal de transformar um grupo de pessoas comuns em uma equipe eficaz que produz resultados positivos. E esses resultados só serão alcançados se houver uma boa liderança e falar de boa liderança é falar de bons exemplos e de motivação.

Uma equipe formada nesses fundamentos é uma equipe comprometida voluntariamente, ou seja, sem pressões ou obrigações, ela produz resultados com seriedade e entusiasmo.

Um líder que não motiva sua equipe não pode cobrar resultados eficazes, pois o homem tem seu comportamento baseado naquilo que o motiva, seja internamente ou externamente.

Uma equipe motivada vê o líder como alguém que sabe para onde está indo e sente segura por estar sendo guiada pelo líder.

A motivação precisa ser uma característica intimamente ligada ao caráter do líder.

A motivação influencia positivamente no comportamento de seus colaboradores e, consequentemente, nos resultados da equipe.

A ação da motivação, nesse contexto, acontece de fora (líder motivador) para dentro (equipe), isto é, o líder diz (estratégia motivacional) e a equipe responde (resultados).

Liderança e motivação precisam caminhar lado a lado, assim, os resultados serão constantes.

O bom líder sabe que nem sempre é possível vencer e jamais omitirá isso de sua equipe, pois a motivação transforma a derrota em força para continuar tentando.

Clique no link abaixo e conheça a ferramenta que irá transformar os resultados dos seus colaboradores.

>> Clique Aqui e conheça o Software Avaliação Gratuitamente <<

Liderança e Motivação de Equipes: Forme uma Equipe Vencedora Agora!
5 (100%) 13 votes


E-book Grátis

Descubra os 10 passos infalíveis para uma Avaliação de Desempenho Perfeita.

Informe seu e-mail ao lado

100% livre de spam.