Pirâmide de Maslow Como Ferramenta Empresarial. Saiba Mais.


A Pirâmide de Maslow ou a Hierarquia das Necessidades de Maslow, é um conceito  que determina as condições necessárias para que cada ser humano atinja a sua satisfação pessoal e profissional.

De acordo com a ideia do psicólogo norte-americano Abraham H. Maslow, os seres humanos vivem para satisfazer as suas necessidades, com o objetivo de conquistar a sonhada auto realização plena.

O esquema descrito na Pirâmide de Maslow trata justamente da hierarquização dessas necessidades ao longo da vida do ser humano.

pirâmide de Maslow

Pirâmide de Maslow

A Pirâmide de Maslow é dividia em cinco níveis hierárquicos, cada um formado por um conjunto de necessidades.

Na base da pirâmide estão os elementos que são considerados primordiais para a sobrevivência de uma pessoa, como a fome, a sede, o sexo e a respiração.

Para progredir na hierarquia é necessária a conquista das condições elementares da Pirâmide, passando para os próximos níveis, um a um, até alcançar o topo. E, com isso, abaixo estão as etapas da hierarquia das necessidades de Maslow.

Necessidades fisiológicas

Está é a base da Pirâmide, onde estão as necessidades básicas de qualquer ser humano, como a fome, a sede, a respiração, a excreção, o abrigo e o sexo, por exemplo.

Necessidades de segurança

É o segundo nível da hierarquia, onde estão os elementos que fazem os indivíduos se sentirem seguros, desde a segurança em casa até meios mais complexos, como a segurança no trabalho, segurança com a saúde (planos de saúde) e etc.

Necessidades sociais

É o terceiro nível da Pirâmide. Neste grupo estão as necessidades de se sentir parte de um grupo social, como ter amigos, constituir família, receber carinho de parceiros sexuais e etc.

Necessidades de Status ou Estima

É a quarta etapa da Pirâmide de Maslow, que agrupa duas principais necessidades – a de reconhecer as próprias capacidades e de ser reconhecido por outras pessoas, devido a capacidade de adequação do indivíduo.

Ou seja, é a necessidade que uma pessoa tem de se orgulhar de sim própria, sentir a admiração e orgulho de outros indivíduos, ser respeitada por si e pelos outros, entre outras características que envolvam o poder, o reconhecimento e o orgulho, por exemplo.

Necessidades de auto realização

este é o topo da Pirâmide, quando o indivíduo consegue aproveitar todo o potencial de si próprio, com autocontrole de suas ações, independência, a capacidade de fazer aquilo que gosta e que é apto a fazer, com satisfação.

Existem algumas particularidades em relação as etapas da Pirâmide de Maslow que devem ser levadas em consideração:

  • Uma etapa deve ser saciada (pelo menos em parte) para que o indivíduo passe para o próximo nível da hierarquia.
  • As necessidades da auto realização nunca são saciadas, sempre que uma necessidade se sacia, surgem novas ânsias e objetivos.
  • As necessidades fisiológicas nascem com os seres humanos e são as mais fáceis de serem saciadas, ao contrário das outras etapas.
  • Quando se conquista determinados elementos de um grupo de necessidades, o indivíduo sempre se motiva em conseguir atingir mais objetivos.
  • As necessidades insatisfeitas, ou seja, que não conseguirem ser cumpridas, implicam reações negativas no comportamento do indivíduo, como frustrações, medos, angústias, inseguranças e etc.

Maslow ainda identificou, após a construção do esquema da Pirâmide, outras duas necessidades do indivíduo que se considera autorrealizado, que foram classificadas como “cognitivas”.

Uma delas é a necessidade de conhecer e compreender o mundo a sua volta, como a natureza, a sociedade e o universo funcionam, por exemplo.

A outra característica chama-se “necessidade de satisfação estética”, que significa a procura pela perfeição, simetria, arte e beleza em geral.

Este elemento está relacionado com a exigência do ser humano em estar, por norma, sempre dentro do padrão de beleza vigente na sociedade.

Os mesmos princípios da Pirâmide de Maslow – busca por melhores condições de vida – são atualmente adotados como ferramentas de motivação e treinamento de funcionários em empresas, ou ainda como estratégias de planejamento de marketing.

No contexto profissional e de motivação do trabalho, a Pirâmide de Maslow é aplicada da seguinte forma:

  • Base: necessidade de horários flexíveis, descanso físico e mental;
  • Segundo nível: necessidade de segurança no trabalho, bom salário e garantias de estabilidade;
  • Terceiro nível: construir amizades e boas relações com os chefes no ambiente de trabalho;
  • Quarto nível: manter um feedback com a empresa, ser reconhecido pelos resultados que apresenta, receber promoções e aumentos de salário ao longo da carreira;
  • Topo: Influências nas decisões, ter autonomia no trabalho.

pirâmide de Maslow

Pirâmide de Maslow nas empresas

A Hierarquia das necessidades de Maslow se divide em um conjunto de cinco necessidades divididas em uma pirâmide, necessidades fisiológicas, necessidades de segurança, necessidades sociais, necessidades de auto estima e necessidades de auto realização.

As necessidades fisiológicas são a água, comida, sexo, sono, excreção, etc.

Aplicando essa teoria na organização, pode-se dizer que Maslow está correto.

Se o funcionário não tiver sua sede, fome e sono saciados, certamente não terá disposição para realizar seu trabalho, não se esquecendo das necessidades fisiológicas e do sexo.

A necessidade de segurança pode ser definida simplesmente como necessidade de sentir-se seguro dentro de sua casa.

Também pode ir muito além como a segurança de ter um emprego estável, um seguro de vida, um plano de saúde, vale transporte entre outros benefícios que podem ser concedidos pela empresa.

Essa segunda necessidade também tem fundamento, pois as empresas que obtêm os melhores lucros na atualidade, são aquelas que investem na qualidade de vida de seus funcionários.

Essas empresas estão entre as melhores empresas para se trabalhar.

As necessidades sociais ou de amor, ou de pertencer a um determinado grupo também podem ser aplicadas na organização.

As pessoas têm necessidades de ser aceitas pelos outros, pois o ser humano não consegue viver isoladamente.

Na empresa é essencial que os funcionários tenham esse convívio, que troquem ideias, trabalhem em grupo, é nos grupos que surgem as melhores ideias, pois uma ideia colocada por uma pessoa pode ser complementada por outra.

A organização deve possibilitar que cada funcionário trabalhe no local onde sua necessidade social esteja satisfeita para evitar conflitos desnecessários entre os funcionários.

As necessidades de autoestima são o reconhecimento de nossas capacidades pessoais e o reconhecimento dos outros em relação à nossa capacidade de se adequar as atividades que desempenhamos.

O ser humano tem a necessidade de estima, ele reconhece sua própria capacidade, mas a melhor maneira de motivar o funcionário é ele receber esse reconhecimento de outras pessoas.

Um elogio pelo trabalho realizado com eficácia, um aumento de salário por bom desempenho e até mesmo uma promoção no emprego.

Portanto, essa necessidade também está correta, a autoestima do funcionário depende daquilo que ele desempenha na organização, mas o reconhecimento por parte da organização é fundamental para completá-la.

Por último no topo da pirâmide estão as necessidades de auto realização. O ser humano busca sua realização como pessoa, é capaz de desenvolver seu potencial continuamente.

Segundo Maslow quando as necessidades fisiológicas, de segurança, sociais e de status estão satisfeitas, só resta a necessidade de auto realização.

O ser humano vai buscar conhecimento, novas experiências, nesse sentido um funcionário auto realizado pode contribuir muito para o sucesso da organização, pois ele busca conhecer novas coisas, busca se completar como pessoa.

Embora a Hierarquia das Necessidades de Maslow seja bastante criticada, ela tem seus fundamentos, mesmo que não seja obrigatória a satisfação de uma necessidade para que a pessoa busque uma seguinte.

A primeira necessidade tem que ser satisfeita, ninguém sobrevive por muito tempo sem água, sem comida e sem dormir.

Podemos perceber que todas as cinco necessidades da Hierarquia de Maslow têm sua aplicação nas organizações da atualidade.

O que pode divergir é apenas a sequência em que essas necessidades podem surgir nos funcionários, e provavelmente quando esse funcionário entra na organização ele já terá alguma dessas necessidades satisfeita.

Base da pirâmide de Maslow

Abraham Maslow foi um psicólogo de grande destaque por causa de seu estudo relacionado às necessidades humanas.

Segundo ele, o homem é motivado segundo suas necessidades que se manifestam em graus de importância onde as fisiológicas são as necessidades iniciais e as de realização pessoal são as necessidades finais.

Cada necessidade humana influencia na motivação e na realização do indivíduo que o faz prosseguir para outras necessidades que marcam uma pirâmide hierárquica.

As necessidades fisiológicas que se encontram como base para a pirâmide, segundo Maslow, representam as necessidades relacionadas ao organismo, como alimentação, sono, abrigo, água, excreção e outros.

O ser humano busca sempre melhorias para sua vida. Dessa forma, quando uma necessidade é suprida aparece outra em seu lugar; tais necessidades são representadas na pirâmide hierárquica.

Quando as necessidades humanas não são supridas sobrevêm sentimento de frustração, agressividade, nervosismo, insônia, desinteresse, passividade, baixa autoestima, pessimismo, resistência a novidades, insegurança e outros.

Tais sentimentos negativos podem ser recompensados por outros tipos de realizações.

Hierarquia da pirâmide de Maslow

A famosa hierarquia de necessidades de Maslow, proposta pelo psicólogo americano Abraham H. Maslow, baseia-se na ideia de que cada ser humano se esforça muito para satisfazer suas necessidades pessoais e profissionais.

É um esquema que apresenta uma divisão hierárquica em que as necessidades consideradas de nível mais baixo devem ser satisfeitas antes das necessidades de nível mais alto.

Segundo esta teoria, cada indivíduo tem de realizar uma “escalada” hierárquica de necessidades para atingir a auto realização.

Abraham Maslow acreditava que toda ação humana é motivada por uma ou várias necessidades. Segundo ele, existem cinco principais grupos de necessidades: fisiológicas, de segurança, sociais, de estima e de auto realização.

Em teoria, essas necessidades obedecem uma hierarquia, de forma que as pessoas só sentem uma necessidade depois que todas as outras necessidades mais importantes já foram saciadas.

A teoria de Maslow quase sempre aparece como uma pirâmide por causa dessa ordem entre as necessidades, mas ele nunca propôs uma representação em forma de pirâmide.

Na representação de pirâmide da Hierarquia de Necessidades, as necessidades mais básicas ficam embaixo, enquanto as mais complexas ficam em cima.

A ideia é que as pessoas escalam essa pirâmide conforme vão atendendo suas necessidades, por exemplo: um indivíduo só vai sentir necessidades sociais depois que saciar suas necessidades fisiológicas e suas necessidades de segurança.

Então, para Maslow, através do entendimento das necessidades é possível compreender porque as pessoas se interessam, tentam, conseguem ou falham em fazer algo.

Características da pirâmide de Maslow

A teoria de Maslow é conhecida como uma das mais importantes teorias de motivação.

Para ele, as necessidades dos seres humanos obedecem a uma hierarquia, ou seja, uma escala de valores a serem transpostos.

Isto significa que no momento em que o indivíduo realiza uma necessidade, surge outra em seu lugar, exigindo sempre que as pessoas busquem meios para satisfazê-la.

Poucas ou nenhuma pessoa procurará reconhecimento pessoal e status se suas necessidades básicas estiverem insatisfeitas.

O comportamento humano, neste contexto, foi objeto de análise pelo próprio Taylor, quando enunciava os princípios da Administração Científica.

A diferença entre Taylor e Maslow é que o primeiro somente enxergou as necessidades básicas como elemento motivacional, enquanto o segundo percebeu que o indivíduo não sente, única e exclusivamente necessidade financeira.

Maslow apresentou uma teoria da motivação, segundo a qual as necessidades humanas estão organizadas e dispostas em níveis, numa hierarquia de importância e de influência.

Na base estão as necessidades mais baixas (necessidades fisiológicas ou básicas) e no topo, as necessidades mais elevadas (as necessidades de auto realização).

Note-se, no entanto, que apesar de a teoria ser sempre apresentada através de uma pirâmide ou escada, o livro original de Maslow: “Motivation and Personality” na sua primeira edição, em 1954 não apresentava nenhuma destas figuras.

A segunda edição, de 1970, continuou apresentando apenas texto.

Assim, didaticamente se utilizam a pirâmide e a escada, apenas para ilustrar o modelo do autor, e não porque Maslow o tenha publicado em seu livro.

De acordo com Maslow, as necessidades básicas constituem a sobrevivência do indivíduo e a preservação da espécie: alimentação, sono, repouso, abrigo, etc.

As necessidades de segurança constituem a busca de proteção contra a ameaça ou privação, a fuga e o perigo.

As necessidades sociais incluem a necessidade de associação, de participação, de aceitação por parte dos companheiros, de troca de amizade, de afeto e amor.

A necessidade de auto estima envolve a auto apreciação, a autoconfiança, a necessidade de aprovação social e de respeito, de status, prestígio e consideração.

Além disso, o desejo de força e de adequação, de confiança perante o mundo, independência e autonomia.

As necessidades de auto realização são as mais elevadas, de cada pessoa realizar o seu próprio potencial e de auto desenvolver-se continuamente.

Como aplicar a pirâmide de Maslow

Entender o cliente e suas motivações é muito importante para desenvolver um produto que realmente interesse à ele e que ele vá comprar.

Entender o cliente talvez seja um dos maiores desafios de todo empreendedor.

O desempenho de determinado produto ou serviço está diretamente ligado ao conhecimento que você tem do consumidor e à sua capacidade de se colocar no lugar dele e entender seus anseios, motivações e prioridades.

Essa não é uma tarefa fácil, mas há diversas ferramentas que podem te ajudar nessa missão. A Pirâmide de Maslow está entre elas.

O sonho de todo empreendedor é ter uma equipe motivada, com cabeça de dono, engajada com a causa da empresa e orgulhosa de pertencer àquela organização.

Trabalhar o reconhecimento, adotar políticas de bonificação, fazer um bom plano de carreira são importantes agentes nesse sentido.

A pergunta que fica é: como avaliar o grau de motivação do funcionário e estabelecer caminhos para elevar esse sentimento?

Mais uma vez, assim como para seus clientes, a pirâmide de Maslow é um recurso que pode te ajudar a pensar sobre isso e encontrar soluções assertivas.

A primeira mensagem que Maslow passou com esse estudo foi a seguinte: nem adianta falar em motivação e realização pessoal para uma pessoa que está, literalmente, lutando pela sua sobrevivência.

Como um empregador pode apoiar seu funcionário nesse sentido? Promovendo um ambiente de trabalho seguro e estável, no qual ele se sinta motivado a, finalmente, buscar novas etapas de realização.

Outro ponto importante é: saber que as pessoas não trabalham apenas para comer e ter um teto para dormir.

Conforme essas etapas vão sendo alcançadas, elas precisam de motivações diferentes para continuar seu desenvolvimento rumo à realização pessoal.

Nesse âmbito, aspectos como conexão verdadeira com o propósito da empresa, podem fazer toda a diferença na motivação do funcionário.

As necessidades podem variar de compensação financeira até meios que os permitam ter criatividade e autonomia na realização de suas atividades, suprindo suas necessidades pessoais e sociais.

Por fim, a competência, ou seja, a necessidade das pessoas de sentirem úteis, eficazes, competentes, por meio dos desafios e oportunidades de seu trabalho na empresa.

Quando um profissional se sente assim, ele floresce e ganha confiança no seu trabalho.

Para alcançar esse objetivo, a empresa pode investir em planos de carreira, e treinamentos, para, verdadeiramente, motivar o funcionário a desenvolver cada vez mais as suas competências.

Bom, um pouco além da Pirâmide de Maslow, a mensagem é que para motivar o seu funcionário, você deve conhecê-lo.

Entender suas necessidades e saber que, quanto mais auto realizado ele se sentir no ambiente de trabalho, melhor será o seu desempenho, portanto melhor será para sua empresa.

pirâmide de Maslow

Exemplo prático da pirâmide de Maslow

Áreas de gestão e de recursos humanos podem utilizar positivamente a pirâmide de Maslow para conseguir compreender e descobrir como se posicionar de forma adequada frente aos seus colaboradores.

Só assim para conseguir ajudá-los a crescer pessoalmente e estarem satisfeitos com seus empregos.

A teoria de Maslow deixa transparente a necessidade que os colaboradores recebam um salário adequado.

Eles devem ter condições de arcar com suas despesas e tenham como satisfazer suas necessidades, estando motivados e felizes para trabalharem mais.

Um funcionário que tenha alcançado o topo da pirâmide será alguém mais efetivo ao seu negócio.

Conforme Maslow aponta “Podemos escolher recuar em direção à segurança ou avançar em direção ao crescimento.

A opção pelo crescimento tem que ser feita repetidas vezes. E o medo tem que ser superado a cada momento”.

Então, ao conseguir aplicar a teoria da pirâmide desenvolvida por Maslow, uma empresa conseguirá administrar de forma mais sábia o capital humano a sua disposição.

Então, saiba identificar em que ponto da carreira seu colaborador está.

Com isso, você saberá qual a necessidade que ele possui naquele momento e isso irá permitir que você o auxilie para alcançar seu objetivo.

Saiba que investir na motivação de um indivíduo também significa investir na motivação que seu negócio terá para o cliente.

Será somente ao alcançar uma equipe eficaz, produtiva e que tenha capacidade para solucionar os problemas que surjam, além de ser criativa, que você conseguirá se destacar ainda mais e ter um negócio ainda mais lucrativo.

As necessidades de realização podem ser exteriorizadas por meio desejo do funcionário em demonstrar competência ou pela busca em obter status e reconhecimento.

As pessoas que estão nesse grau da pirâmide aspiram por atividades profissionais que as desafiem a utilizar a suas habilidades.

Além disso, que tenham oportunidades em que manifestem a sua criatividade e convites para participar da elaboração de soluções e estratégias.

Para exemplificar isso, podemos citar um funcionário em início de carreira que somente quer ganhar experiência e manter as suas necessidades básicas.

Se ele conseguir um trabalho que ofereça as circunstâncias e salário suficiente para isso, estará satisfeito.

Já pessoas que têm uma certa estabilidade econômica tendem a procurar por empregos nos quais possam preencher outras carências, como satisfação pessoal, desenvolvimento profissional e pessoal e a sensação de auto realização.

A aplicação da teoria da pirâmide de Maslow na administração do capital humano, exige que a organização primeiramente identifique em que ponto da carreira o colaborador está e qual a sua necessidade.

Isso vai desde compensação financeira até meios que os permitam ter criatividade e autonomia na realização de suas atividades, suprindo suas necessidades pessoais e sociais.

Ao investir na motivação e realização de seus funcionários, a corporação garante uma equipe produtiva, eficaz, capaz de solucionar problemas e criar maneiras que a façam se destacar ainda mais no mercado.

Nós da Software Avaliação possuímos as ferramentas e a experiência de já ter ajudado mais de 200 empresas no Brasil e no exterior com a Gestão de Pessoas, e podemos ajudar sua empresa também neste processo!

Clique no link abaixo e conheça a ferramenta que irá transformar os resultados dos seus colaboradores.

>> Clique Aqui e conheça o Software Avaliação Gratuitamente <<

Pirâmide de Maslow Como Ferramenta Empresarial. Saiba Mais.
5 (100%) 10 votes


E-book Grátis

Descubra os 10 passos infalíveis para uma Avaliação de Desempenho Perfeita.

Informe seu e-mail ao lado

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!