A baixa produtividade de seus colaboradores pode ser falha sua4 min read


Você percebe que nada tende a prosperar dentro da sua empresa. Qual é o problema? Talvez a falta de motivação para a produtividade dos seus empregados seja uma falha sua. Vamos saber mais sobre isso?!

Baixa produtividade de seus colaboradores pode ser falha sua

Business-woman-pqno

A situação é clichê: a produtividade de uma empresa cai e os únicos culpados são os empregados (segundos os seus chefes).

Será que não está faltando motivação da estrutura acima deles? É bom lembrar que colaboradores se espelham nos superiores. Se a coisa não vai bem no andar de cima, não é embaixo que ela vai fluir e dar frutos.

Ter foco é crucial para o crescimento para empresa, por isso, também recomendamos o curso O Poder do Foco do Paulo Vieira.

Vejamos alguns indícios de que a produtividade pode estar caindo por conta do mau relacionamento entre chefe e empregado.

Avaliação prévia

avaliação

Antes de ir tomando iniciativas para a solução do problema do qual você pouco sabe, é preciso fazer uma avaliação dentro da empresa e retomar algumas perguntas para  ter o diagnóstico dos reais motivos da pouca produtividade. Algumas perguntas que você pode se fazer, ao pensar nos seus funcionários, são:

  • O baixo desempenho tem sido demonstrado agora ou é algo constante?
  • Todo o ramo da empresa que esse profissional faz parte tem apresentado o mesmo desempenho ruim?
  • Esse colaborador tem líderes antenados?
  • Quantas horas semanais esse colaborador trabalha?

Pensando nessas questões como um todo, fica mais fácil avaliar a situação do seu colaborador e os motivos que o podem estar levando ao baixo desempenho.

Tem certeza mesmo de que isso é somente culpa dele? Muitas vezes, grandes chefes acreditam estarem sendo líderes autênticos e espelho para seus colaboradores, mas nem sempre isso ocorre.

Por isso, listamos, abaixo, algumas barreiras que podem estar existindo dentro de sua empresa e que contribuem para a baixa produtividade dos seus colaboradores:

  • O profissional está na função certa?

evitar ações trabalhistas

Pouco adianta contratar uma pessoa e colocá-la em um cargo no qual as habilidades requeridas são totalmente diferente de sua personalidade.

Por exemplo: uma pessoa autêntica, motivada, com boa comunicação e bastante iniciativa não vai estar disposta a trabalhar num ambiente no qual a passividade impera e os trabalhos são monótonos.

Reconheça o seu profissional e o coloque na equipe certa!

  • Corpo cansado, mente cansada, pouca produtividade

cansaçoO corpo cansa e a mente pede descanso. Ninguém consegue produzir bem, durante horas de trabalho excessivo.

É claro que, algumas vezes, é normal um dia ser mais pesado e cheio e pedir mais do colaborador, mas isso tornar regra faz com que o rendimento da pessoa caia.

Seja líder nesse momento também, fiscalize as horas de trabalho dos seus colaboradores e evite com que eles façam sempre horas extras.

Esteja sempre de olho na rotina de cada um e priorize as horas de descanso, almoço e momentos de distração.

Toda cabeça pensante precisa de alguns minutos de lazer. Interaja com seus colaboradores, faça brincadeiras durante o expediente e torne o ambiente mais agradável para se trabalhar.

  • Será que não falta treinamento?

treinamento

É de total responsabilidade do chefe da empresa oferecer os treinamentos adequados aos seus profissionais.

É claro que cada pessoa, ao ser contratada, já vem com um currículo próprio para cada função, mas as características da empresa, as estratégias internas e as ferramentas utilizadas devem ser passadas minuciosamente a todos que são passados pela entrevista de emprego.

Lembre-se: todo colaborador novo não é obrigado a saber como funcionam as coisas dentro no novo emprego, é o líder quem deve ser  responsável por colocá-lo a par de tudo.

  • Desgaste físico e emocional

melhorar-desempenho-funcionário

Isso pode ocorrer por variados motivos. Alguns deles mencionamos acima. Ao observar algum desgaste no seu colaborador, esteja atento ao que pode ter causado isso.

Muitas vezes ocorre de a pessoa não estar satisfeita profissionalmente, de não ter ligação efetiva com o trabalho e com as pessoas que o rodeiam durante sua rotina, de estar com problemas familiares etc.

Aí, não vale insistir…

Quando um desgaste ocorre apenas com uma pessoa do setor – não tomando a equipe inteira – e esta não apresenta motivação de melhora, talvez seja a hora de uma nova seleção para o cargo.

Conclusão

Essas são as principais causas da baixa produtividade, mas existem outros fatores que podem estar evitando que seus colaboradores se motivem e trabalhem com maior produtividade.

Por isso, a única forma rápida e eficaz para descobrir o verdadeiro motivo, é através da Avaliação De Desempenho, pois com ela, você consegue identificar esses pontos comuns responsáveis pela  baixa motivação e criar programas ou tomar ações para a solução do problema

Caso nunca tenha aplicado, não se preocupe, pois através de nossa expertise e a ferramenta online SoftwareAvaliação , podemos auxiliá-lo em tudo o que você precisar para realizar o seu processo.

Caso tenha alguma dúvida, basta nos contatar pelo e-mail contato@menvie.com.br que estaremos aguardando seu contato.

A baixa produtividade de seus colaboradores pode ser falha sua4 min read
5 (100%) 6 votes


E-book Grátis

Descubra os 10 passos infalíveis para uma Avaliação de Desempenho Perfeita.

Informe seu e-mail ao lado

100% livre de spam.