Capacitação Profissional: é hora de investir em uma fonte para o sucesso!


Porque investir em capacitação profissional? Mediante o atual cenário, um dia difícil para as empresas encontrarem pessoal qualificado para ocupar cargos específicos em suas sedes, tornou-se comum o investimento — bem feito — das mesmas quanto a capacitação profissional.

Essa, nada mais é, que pegar funcionários comuns e fazer, por meio de cursos, workshops, palestras e afins, com o que tenho maior qualificação, o que além de ser importante para o empregado, é importante para empresa.

Capacitação profissional

Entretanto, para que o esforço da empresa não seja em vão, é necessário que o funcionário escolhido para ter sua capacitação profissional aumentada, saiba aproveitar as oportunidades da melhor maneira possível, bem como trabalhar o desenvolvimento pessoal e profissional.

Pois este confere maior visibilidade ao operário, tendo em vista que assim o mesmo seria mais educado, atento, além de outras qualidades, e faria vista a seus superiores. O

utro fator importante da capacitação profissional é que a mesma torna a equipe mais produtiva e isso é imprescindível para empresa, já que visa a melhoria da produtividade, pois uma equipe motivada tem mais vontade de mostrar desempenho na realização das tarefas, e isso gera melhorias para a organização.

A capacitação profissional também se torna importante do ponto de vista da retenção de talentos, já que um profissional capacitado visa sempre ascender na empresa, buscando melhores cargos, e assim, dando maior atenção a todo investimento que o empregador faz em sua capacitação profissional.

Abordando outro aspecto da retenção de talentos, ainda que existam dúvidas por parte da empresa quanto como a capacitação profissional é importante quanto ao talento concedido ao empregado e o mercado de trabalho, a ideia é simples.

Não é possível que se retenha a capacidade de um indivíduo sem que o mesmo faça parte de seu corpo de empregados, logo, é louvável que o empregador não tenha medo de investir na capacitação profissional de alguém.

Esse investimento importante para o funcionário, para organização, bem como para o mercado de trabalho como um todo, já que essa simples atitude aumentaria a qualidade dos profissionais.

Nota-se que é fundamental que os funcionários sejam treinados em acordo com os métodos mais modernos existentes e padronizados de trabalho, mas também de conduta. Mas também importante que o profissional queira estar atualizado no mercado, quanto a técnicas inovadoras, suas exigências e tendências.

E a justamente nesse espaço repleto de desafios inovadores que os profissionais mais capacitados são mais importantes, porque também são mais escassos.

Vale lembrar que o principal objetivo de toda organização é a finalização de clientes, investir na capacitação profissional é importante não somente para o desenvolvimento pessoal e profissional do funcionário.

Mas também ajuda no processo de desenvolvimento da própria empresa, que assim se desenvolverá de forma saudável, com clientes finalizados, e com a margem de qualidade elevada.

Fazendo então com que o investimento na capacitação de cada profissional não só tenha valido a pena, mas também gere lucro para empresa.

Benefícios da Capacitação Profissional

Como visto anteriormente, a capacitação profissional é importante tanto para o empregado quanto para o empregador, sendo assim, seus benefícios abrangem toda e qualquer pessoa que esteja envolvida nesse processo.

A capacitação profissional é indicada para todos que queiram exercer suas funções de forma melhorada, desde o alto escalão de uma organização até as pessoas que trabalham com tarefas de atendimento, como limpar ou atender.

Dito isso, é capaz de notar-se  que não só todos os membros da empresa são beneficiados, mas também a organização como um todo. Além disso, alguns estudos comprovam que investir na capacitação profissional tem se tornado algo muito comum nas empresas.

Dentre os benefícios da capacitação profissional, pode-se citar estes:

  • Custo reduzido: uma vez capacitado, o profissional é capaz de exercer suas tarefas de formas mais concisas e com técnicas corretas, desde as tarefas mais simples até as mais complexas.
  • Dessa forma não é gasto material ou recursos desnecessariamente, o que confere uma redução nos custos da empresa.
  • Ademais, na hora da contratação ou da demissão, o empregador não precisa se preocupar com encargos trabalhistas, pois economizara neste aspecto;
  • Ambiente de trabalho prazeroso: quando o funcionário vê que o empregador investe nele, o mesmo se sente importante, isso o estímulo quanto ao aperfeiçoamento, ao fazer com que se sinta valorizado pelo chefe, tornando o ambiente de trabalho mais prazeroso.
  • Nota-se que o obreiro se sentir mais motivado e mais seguro para execução de suas tarefas, sendo assim, sente-se também grato e acaba por tornar-se fiel à empresa que lhe capacitou;
  • Equipe concisa: profissionais capacitados não precisam ser demitidos, sendo assim o número de demissões como um todo é diminuído e a rotatividade de empregados também.
  • Uma equipe que já se conhece e que também tem o mesmo nível de capacitação profissional, mantém um sentimento amigável no ambiente de trabalho, logo, fica mais empenhados.
  • Os funcionários, individualmente, se sentem mais capacitados, logo buscou manter-se mais atualizados sobre a suas funções exercidas e dessa forma, a organização terá sempre o retorno desejado e sua produção sempre estará garantida;
  • Competitividade da empresa: uma empresa que investe na capacitação profissional de seus empregados se protege também contra a perda da qualidade de sua produção, e contra a falta de habilidade dos empregados com a chegada de novas tecnologias.
  • Toda essa situação confere maior confiança e garantia, além de recursos para que empresa possa concorrer, Como referência naquilo em que atua, no mercado de trabalho;
  • Produtividade garantida: como já dito, a garantia da produtividade vem concomitante ao incentivo de capacitação profissional do corpo de funcionários de uma organização.
  • Tendo em vista que estes mais capacitados desenvolvem habilidades que estou muito mais de acordo ao assegurar a qualidade da produção, com cargo ocupado;
  • Corpo de funcionários unido: este item também já foi supracitado, mas é importante que seja separada cargo de explicação por ser um grande benefício, de fato, da capacitação profissional.
  • A união dos funcionários estimulada a partir da capacitação a eles investidor, e isso lhes transfere um sentimento uno de valores grupais e capacitação conjunta, o que apenas faz com que a empresa vá mais adiante.

Programa de Capacitação Profissional

O conceito de capacitação nada mais é do que assimilar conhecimentos findando a realização de alguma atividade e essa atividade deve ser benéfica para si e para terceiros.

Não é preciso ter alguma especificação para ter a capacitação profissional, já que a mesma diz que qualquer pessoa pode e deve adquirir habilidades especiais bem como conhecimento e destreza, visando ter utilidade para empresa.

A primeira forma de programa de capacitação pessoal e profissional que temos é educação.

Essa começa cedo, logo quando vamos à escola e adquirimos por lá conhecimentos básicos que nos permitem ter certa noção de como será o nosso futuro profissional.

A medida que vamos crescendo, nossa experiência na escola também vai, e assim nossa capacitação cresce concomitantemente, tornado-nos seres pensantes mais complexos, mais especializados em algo.

Se acima foi dito que a escola é o primeiro programa de capacitação profissional, significa dizer que a mesma não acabasse.

Logo após a escola ingressamos numa faculdade ou em algum curso técnico especializado, e pode se dizer que estes também são programas de capacitação profissional.

Ao ingressar em uma empresa, mesmo que já se esteja qualificado, a organização lhe oferecerá programas de capacitação profissional específicos para o cargo que ocupa, e se isso não acontecer.

Existem programas de capacitação profissional privados, as quais qualquer pessoa pode recorrer por conta própria.

capacitação profissional

Tendo em vista que a capacitação profissional é uma estratégia win to win, seus programas são fundamentais.

Esses projetos abrange todas as áreas do saber, e contendo compromisso educacional, onde está incluso orientação para melhoramentos do exercício da profissão no mercado de trabalho.

De forma genérica a metodologia desses cursos envolve análise e solução de problemas, projetos, atividades que abrangem teorias e práticas do contexto do trabalho exercido pelo profissional, desenvolvimento crescente do profissional, estimulam a percepção analítica do indivíduo.

Com isso, o raciocínio, conhecimentos anteriores ao programa de capacitação profissional, estudam casos hipotéticos de forma que o profissional se torna preparado para quando acontecer de fato, além de construir novos saberes e valores.

Como exemplos de programas de capacitação profissional, podemos citar o setor de gestão.

Para que o profissional esteja bem qualificado a trabalhar nesta área, é imprescindível que o mesmo esteja apto quanto aos cursos de excel básico e avançado, atendimento ao cliente, logística, orçamentos, RH, almoxarifado, etc.

Para o profissional de construção, civil por exemplo, para que sua capacitação profissional seja concluído por meio de algum programa, é interessante e essencial que este faça autocad, Design, desenho industrial.

E para que tenha cursos a respeito de normas de segurança e primeiros socorros como, por exemplo, NR10 básico, complementar, avançado, além de segurança do trabalho.

Projeto de Capacitação Profissional

Programas e projetos são bem similares, se olhar do ponto de vista de que ambos são temporários pois não são empreendimentos de longa duração, uma vez que só existem até que atinja um objetivo e quando este objetivo é alcançado, eles são de dissolvidos.

Ambos tem aplicações nos negócios, ou seja, ambos agregam valor e sentido à organização, os dois são estratégicos e visam benefícios bem tangíveis, e, o mais importante, ambos trazem mudanças à aqueles que os fazem.

Entretanto, programas e projetos de capacitação profissional tem suas diferenças.

A primeira diferença que podemos notar é quanto à estrutura, um projeto sempre conciso, o que significa dizer que seus objetivos são evidentemente definidos, quando um programa tem uma tendência a ser menos claro, justamente por levar mais tempo para sua conclusão ser findada.

Outra diferença que pode ser notada é quanto ao esforço, já que em um projeto as coisas são mais simples, elas funcionam apenas de forma objetiva, como por exemplo, uma equipe que simplesmente se junta para trabalhar com objetivo único, e já um programa trata de um acervo complexo de projetos.

Logo, é possível notar também que a duração é uma de suas diferenças. O projeto tem por característica uma duração breve, e ainda que alguns durante bastante tempo logo, é possível notar também que a duração é uma de suas diferenças.

O projeto tem por característica uma duração breve, e ainda que alguns durante bastante tempo, enquanto que um programa, por ter maior quantidade de objetivos estabelecidos, não tem seu fim próximo, e também são comumente divididos em fases.

Uma última diferença seria que os projetos tem como característica o “ganho” de algo no final, seu objetivo; enquanto o programa trabalhando no sentido da obtenção de resultados, o que nem sempre vem a curto prazo, ainda que venha.

Tendo sido explicitada esta diferença, é possível dizer que projeto de capacitação profissional são nada mais que programas de capacitação profissional mais concisos, mais breves e mais diretos.

Ainda que ambos visem a melhoria na capacitação do profissional, os projetos de capacitação tendem a ser mais diretos, mas podem possuir os mesmos títulos dos programas de capacitação profissional.

Plano de Capacitação Profissional

Em sua denotação, plano significa “ conjunto de métodos de medida para execução de um empreendimento” sendo assim, é possível notar que no dia dia não usamos o termo “plano” em seu sentido original.

Para nós, plano significa algo maior que projeto e que program

a. Tendo isso em vista, é possível notar que, genericamente, para as organizações, a definição de plano é esta que vem explicitada a seguir.

Plano de capacitação profissional trata de um sistema complexo onde os objetivos são apresenta características fundamentais no desenvolvimento pessoal e profissional de um devido, bem como técnicas e habilidades que visam melhorias para o colaborador.

Sendo assim, como já dito anteriormente, o plano de capacitação profissional também está ligado a melhorias no sistema da produção da organização, empresa.

Logo, o público alvo dos planos de capacitação profissional costuma ser gerentes e profissionais de diversas áreas.

Dando prioridade a gestão de pessoas/desenvolvimento pessoal e profissional, onde o objetivo é o treinamento das mesmas, intencionado a solidificação do processo administrativo com as cinco funções administrativas que seriam planejamento, direção, coordenação, organização e controle.

As diretrizes de um plano de capacitação profissional costumam ser a definição das necessidades de treinamento, a responsabilidade coletiva, o senso de oportunidade, e a criação de um ambiente propício a projetos.

Ao falar das diretrizes é comum falar também das bases. As bases de um plano de capacitação costumam ser as competências, e estas possuem três tipos que são as técnicas, as comportamentais e as estratégicas.

Além de ter como base conhecer o funcionamento da estrutura das organizações ou até mesmo a estrutura das áreas, departamentos que serão analisados, bem como conhecer inteiramente cada processo e cada competência, cada função deliberada à sua atividade.

É claro que além dos aspectos gerais explicados acima, é comum que cada plano de capacitação profissional seja único, pois estes são feitos especificamente para grupos ou equipes, ou até mesmo indivíduos.

Qualificação e Capacitação Profissional

Antigamente era comum pensamento de que quem frequentava escola estaria estaria se capacitando profissionalmente, porém este é um pensamento ultrapassado, tendo em vista que o mercado de trabalho atual está cada vez mais acirrado.

Capacitação profissional

Logo torna-se imprescindível a busca por profissionais mais bem qualificados e capacitados.

É normal que as pessoas confundem qualificação com capacitação, afinal são termos bem parecidos.

Visando que não mais se confunda com estes vocábulos, neste artigo você encontrará a explicitação e diferenciação para ambos.

Quanto a qualificação o que pode-se dizer é que essa é advinda de uma formação escolar, ou superior, que vise apenas tornar um profissional hábil para execução de alguma atividade, ou seja, torna uma pessoa retentora de conhecimentos que a possibilita exercer atividades profissionalmente.

Nota-se que a qualificação confere o profissional conhecimento importante porém generalizadas, o que quer dizer que o mesmo não está especificado, ou melhor, quer dizer que o profissional detém das condições para exercer tarefas.

Porém não está pronto, de acordo com o mercado de trabalho, para desempenhar as mesmas com excelência.

O que posso dizer é que a qualificação é de suma importância para que o obreiro esteja apto na feitura do que ele for delegado, porém não está de acordo com o que o mercado de trabalho deixa implícito quanto a qualidade dos serviços requeridos de um profissional.

Entretanto, no mercado de trabalho atual, que está cada vez mais exigente, apenas a qualificação dada por instituições como escola e faculdade, sindicatos, empresas, não são suficiente, logo, o profissional tende a buscar a capacitação profissional.

Ao buscar capacitação profissional, o profissional se depara com conceito do acadêmico José Cerchi Furasi que diz que a capacitação trata de um processo de aprendizagem que visa, basicamente, o “para que”, o “como”, o “para quem” e o “quando” executar alguma função.

Logo percebe-se que para este acadêmico, tudo isso trata de um sistema de ação reflexão, onde as partes se ligam e não são apenas peças fragmentadas isoladas, soltas em um meio comum.

A capacitação tem por objetivo claro a preparação do indivíduo quanto ao enfrentamento de situações escusas sobre sua atividade no ramo de trabalho, baseado na aplicação de conhecimentos.

Junto a isso, também tem a criação de conhecimentos— quando possível — resolução de problemas, no oferecimento de meios que visam buscar a melhoria nas alternativas, e também na criação de ambiente de trabalho adequado.

Sendo assim não é possível dizer que a capacitação profissional se trata de um treinamento, pois esse oferece apenas o desenvolvimento de uma habilidade específica, sem liberdade de pressão advinda da personalidade da pessoa.

Mas é possível sim, dizer, que a capacitação desenvolver a competência pessoal, que é oriunda do conhecimento acoplado às habilidades e às atitudes, e aí então, entende-se, que assim como o conhecimento, também não é possível fazer a transmissão da competência do indivíduo.

Embora não seja possível transmitir competência, é possível ajudar os colegas de trabalho a construírem uma competência própria, tal qual constrói-se o conhecimento, uma vez que ajudar as pessoas está ligado ao desenvolvimento pessoal e profissional.

Conclui-se, então, que ambos — a qualidade e a capacitação — são essenciais na formação de um bom profissional.

Mas que no mercado de trabalho atual, a capacitação se torna algo imprescindível em um currículo, e que, na realidade, a capacitação é um grande investimento pessoal e profissional.

Motivação e Capacitação Profissional

Quanto a capacitação profissional, pode-se dizer que a motivação é uma ferramenta importante tanto para alcançar a capacitação, quanto para o pós.

O que pretendemos dizer neste artigo é que aspirar cargos superiores, salários melhores, visibilidade, ascensão, melhores condições de vida, entre outros, é uma forma de motivação para que o profissional busque se capacitar profissionalmente.

E que assim procure planos, programas, projetos de capacitação de sua empresa, o que funcionará como um incentivo de seu empregador, assim, o obreiro terá a sensação de ser uma peça fundamental e valiosa para sua equipe, empresa em que trabalha.

Visto isso, esse funcionário passará a atuar de forma exímia em seu cargo, não apenas quanto sua qualidade no profissionalismo, mas também quanto ao seu relacionamento com sua equipe, com seus colegas de trabalho.

Ter um bom relacionamento com colegas de trabalho confere a empresa maior coesão interna, o que por sua vez, garante a qualidade da produção tanto de serviços quanto de produtos, uma vez que todos os funcionários se comuniquem sem nenhum tipo de empecilho.

Entretanto, é importante observar que apenas um equilíbrio salarial não é o suficiente para manter o colaborador preso a empresa, uma vez que o mesmo poderia, facilmente, buscar melhorias monetárias em outra organização.

É necessário criar todo um ambiente motivacional para que esse obreiro se sinta à vontade para avisar permanecer e ascender na mesma empresa, sem a necessidade de mudanças, uma vez que essa organização já lhe oferece tudo o que poderia querer.

Outro aspecto interessante, é que o simples fato de motivar o trabalhador, causar um enxugamento dos gastos desnecessários com rotatividade de equipe.

Ora, uma equipe bem motivada e, por consequência, bem qualificada e capacitada profissionalmente, não confere ao superior de uma empresa a necessidade da rotatividade da equipe, o que também não fará que o empregador fique insatisfeito.

Uma vez que pessoas capacitadas também são pessoas desenvolvidas pessoal e profissionalmente, e essas cumpririam todas as suas funções de forma eximia.

Nota-se que motivar não gerar custo, porém, apenas essa atitude, seria capaz de enxergar os mesmos.

Clique no link abaixo e conheça a ferramenta que irá transformar os resultados dos seus colaboradores.

>> Clique Aqui e conheça o Software Avaliação Gratuitamente <<

Capacitação Profissional: é hora de investir em uma fonte para o sucesso!
5 (100%) 10 votes


E-book Grátis

Descubra os 10 passos infalíveis para uma Avaliação de Desempenho Perfeita.

Informe seu e-mail ao lado

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!