Dinâmicas de Motivação – Colaborador Satisfeito É Garantia de Sucesso


Dinâmicas de motivação pode ser definida como o conjunto de processos desenvolvidos com o intuito de estimular os colaboradores da empresa a desenvolverem as suas respetivas atividades.

Motivados, irão realizar suas tarefas com mais vontade de alcançar os objetivos traçados pela empresa, além de ajudá-los a descobrir e usar as suas qualidades profissionais, enquanto pessoas.

A sua empresa tem um enorme potencial de crescimento, mas está produzindo bem abaixo da sua capacidade e ainda atingindo um resultado negativo atrás do outro?

Se já foi verificado que o problema não é com a estrutura da organização em si, então a origem do péssimo desempenho pode estar relacionada à desmotivação dos funcionários.

Isso mesmo, a desmotivação por mais que aparente ser um aspecto não relevante para o bom estado da empresa, quando não tratado com o devido cuidado, pode vir a provocar sérios prejuízos que vão desde a qualidade até no setor financeiro da organização.

Por isso, vale muito a pena ficar de olho neste aspecto, e o principal, aja, porque quando se fala de relações humanas as teorias ficam inúteis quando não há ações concretas.

Saiba como trabalhar com dinâmicas de motivação e aumente as suas chances de alcançar o sucesso.

dinâmicas de motivação

O Que são Dinâmicas De Motivação

As dinâmicas de motivação irão funcionar apenas se você já tiver uma base de funcionários que têm capacidade de realizar as suas tarefas e só precisam de um empurrãozinho.

Não vale a pena tentar aplicar essas dinâmicas com pessoas que não querem trabalhar, ou seja, que não têm o mínimo de capacidade e sequer se identificam com aquilo que é a causa da organização.

Portanto, podemos dizer que as dinâmicas de motivação não são atividades autossuficientes, já que são baseadas no processo de recrutamento, no que diz respeito à captação de pessoas com boas capacidades profissionais.

Este processo de estímulo pode ser realizado por meio de várias maneiras, sendo em grupo ou individual, porém a finalidade de tal processo será sempre a mesma, que é de mexer com o lado psicológico das pessoas.

As dinâmicas de motivação podem ocorrer dentro da própria empresa e levar o tempo que o gestor ou responsável por ela achar suficiente, para que o estímulo ao funcionário funcione.

É interessante, lembrar que, apesar deste processo ser aparentemente fácil de se notar, é preciso antes de “tomar qualquer posicionamento”, aplicar os exemplos de indicadores de desempenho

Dessa forma conseguirá encontrar exatamente os problemas que a empresa possui na questão de desempenho, pois o fraco desempenho da empresa às vezes pode não ser responsabilidade dos colaboradores.

Dinâmicas de Motivação na Equipe

As dinâmicas de motivação em grupo são pela não demissão dos funcionários, pois nem sempre a solução é demitir os colaboradores, mas sim trabalhar dinâmicas de motivação.

Isto fará com que eles redescubram a vontade de desenvolver suas tarefas com qualidade, trabalhando mais leves e felizes.

Ao promover a motivação da sua equipe, a empresa irá reduzir metade dos seus problemas, tendo menos atritos, além de aumentar a sua produtividade.

Uma das principais vantagens de “resgatar” os funcionário através das dinâmicas de motivação, é que você terá colaboradores antigos, experientes e qualificados.

Este processo evitará a contratação de novos empregados e que estejam despreparados, evitando o chamado “rodízio” de empregados.

Saber que as dinâmicas de motivação são importantes para melhorar o ambiente de trabalho não é o suficiente para conseguir mudar a situação da empresa.

É necessário entender como aplicar as técnicas das dinâmicas de motivação na prática. Somente assim irá conseguir tirar o melhor proveito dos seus funcionários.

Além disso, é necessário fazer uma escolha acertada no que diz respeito aos modelos de motivação, e sempre a escolha deve se adequar ao perfil da equipe.

Por isso, acompanhe abaixo algumas dicas de dinâmicas de motivação.

Promova a socialização entre os colaboradores

Administrar as personalidades e humor de todos os integrantes de uma equipe é uma tarefa dificílima.

Portanto, saiba que uma das melhores formas de evitar possíveis atritos é fazer com que todas as pessoas do grupo se conheçam.

Saber as qualidades e limitações de cada uma, permite aprender a respeitar e conviver de forma harmônica.

Nesta situação, é necessário integrar a equipe.

Isso pode ser feito através da dinâmica “O que você significa pra mim…”, que tem como objetivo promover a socialização entre os colaboradores, através da identificação das falhas e ressaltando as qualidades.

O bom das dinâmicas de motivação é que elas não necessitam de grandes investimentos.

Neste caso por exemplo, basta colocar um cartão papel nas costas de cada participante, grudando-o com um pedaço de fita crepe, onde cada pessoa deve escrever uma das suas qualidades e um defeito ou característica que merece ser trabalhada,.

Além disso, deve dar uma nota para o que foi destacado.

No final, todos os integrantes sentam e conversam sobre as coisas que foram escritas e discorrem sobre o que podem fazer para melhorar.

Crie o espírito de desafio na equipe

Os desafios são um caráter marcante no mundo empresarial, capazes até de levar as empresas ao abismo ou até mesmo ao topo.

Uma empresa que vai para frente e se torna bem sucedida, é aquela que conta com colaboradores que não têm medo de desafios.

Quando aparecem situações adversas, fazem de tudo para se destacar e enfrentar a situação com calma e cautela.

Tomam a liderança e tentam dar o seu melhor para atingir os resultados positivos.

Portanto, caso a sua equipe não esteja preparada para enfrentar desafios, é preciso que você, como gestor, estimule-os a deixar os seus medos para trás.

Para inspirar os seus funcionários a saírem da “zona de conforto”, uma boa dica é aplicar as dinâmicas de motivação do desafio.

Elas têm como objetivo identificar o nível de medo que as pessoas possuem de enfrentar situações desafiadoras e ajudá-las a ter mais coragem, expor-se a riscos e vencer.

Para fazer está dinâmica basta providenciar uma caixa de bombom enrolada para presente, e depois reunir a sua equipe dizendo a todos que dentro da caixa há um desafio surpresa.

Este desafio deve ser realizado pela pessoa que estiver segurando a caixa, quando a música acabar.

Na sequência, coloque uma música animada e peça para que os membros da equipe comecem a passar a caixa.

Ao fim da música, o gestor pode perguntar se o colaborador quer ficar com a caixa ou passar para outro, além de perguntar se ele está preparado para cumprir a tarefa.

O processo deve ser repetido até que alguém se habilite a abrir a caixa.

A partir desta dinâmica, os funcionários poderão aprender que, ao final de um desafio, podemos ter gratas surpresas.

Dinâmicas de Motivação Sociograma

Uma equipe por mais diferente que seja, sempre terá personagens que são conhecidos em todos os tipos de empresa.

Pode ser o líder positivo e o negativo, aquele que leva o grupo para frente e outro que contribui para o atraso das atividades.

Neste caso, é o papel do gestor identificar quem são essas pessoas e trabalhar estas características para motivar esses indivíduos que são o alvo de toda a equipe.

Para sanar este problema, pode-se fazer as dinâmicas de motivação Sociograma, que consistem em identificar dentro do grupo quem é a pessoa mais confiável e a menos confiável, obviamente, a partir do ponto de vista dos colaboradores.

Para fazer a Dinâmica de Motivação do Sociograma, você vai precisar de canetas e folhas de papel.

Como Fazer

Comece distribuindo um pedaço de papel e uma caneta para cada um dos integrantes da equipe.

Em seguida, peça que eles respondam em um tempo de 20 a 60 segundos as seguintes perguntas:

  • Se você fosse para uma ilha deserta e tivesse que ficar lá por muito tempo, quem você levaria dentro desse grupo?
  • Se fosse para você montar uma festa e tivesse que escolher uma ou mais pessoas, quem desse grupo você escolheria?
  • Se você fosse sorteado em um concurso para uma viagem e só pudesse levar 3 pessoas dentro desse grupo, quem você levaria?

Depois de todas essas perguntas serem respondidas, pegue o resultado e conte os pontos que cada participante obteve ao aparecer nas respostas dos seus companheiros.

A partir daí, pode-se interpretar os dados e utilizá-los como estratégias dentro da empresa.

Por óbvio que, ao que tudo indica, o líder e pessoa de maior confiança perante os colaboradores, é aquele que tiver a maior quantidade de pontos.

Isso significa que as pessoas do grupo tendem a confiar naquela pessoa, depositam nela suas dificuldades e o vêem como uma pessoa que irá auxiliar a resolver os problemas que enfrentarem nas situações inusitadas.

Você pode também buscar trabalhar as dinâmicas de motivação pessoal, focando em cada funcionário em especial.

Porém, como nosso foco era a questão de equipes, trouxemos os aspectos de dinâmicas de motivação de equipe, mas nada impede você de adaptar para casos específicos.

Dinâmicas de motivação para vendedores

O setor de vendas é a parte da empresa que está diretamente ligado ao sucesso da instituição, pois é neste setor que a carta final será lançada e, dependendo do modo com que isso aconteça, o número de vendas pode ir para o vermelho ou para o topo.

Por isso, trabalhar o pessoal que compõe este setor no contexto das dinâmicas de motivação é bastante importante, já que são justamente eles que têm um contato direto com o consumidor e passam aquilo que é a imagem da corporação.

Mas atenção, não tome as dinâmicas de motivação como um caminho alternativo às premiações por metas alcançadas e comissão sobre cada venda realizada, pois elas não são.

As dinâmicas de motivação neste sentido vêm complementar a eficácia dos estímulos motivacionais citados acima.

Além da questão anímica, as dinâmicas de motivação ajudam a equilibrar o esforço para alcançar os melhores resultados entre o estímulo financeiro e a satisfação de fazer parte da empresa.

Pense bem: você prefere um vendedor que faz de tudo para convencer o cliente a comprar apenas porque quer ganhar mais dinheiro, ou um que leva em consideração também a cultura da empresa e a necessidade do consumidor em cada abordagem de venda?

Confira alguns dos benefícios de aplicar uma dinâmica de motivação nos vendedores.

  • Melhor relacionamento entre a equipe
  • Conhecimento dos diferentes perfis
  • Desenvolvimento de lideranças
  • Melhora na motivação e produtividade

Exemplos de dinâmicas de motivação para vendedores

Dinâmica para autoconhecimento

Apresente aos participantes a bandeira de alguns países e explique a relação entre elas e a história ou cultura daquela nação.

Na bandeira do Brasil, por exemplo, o verde representa as matas; o amarelo, as riquezas; o azul, os rios e o céu; o branco, a paz; e as estrelas, os estados.

Então, distribua folhas e materiais de desenho (lápis de cor, canetinhas, etc.) e peça para cada vendedor fazer uma bandeira que represente a si mesmo, usando formas, cores e frases, se desejarem.

Você também pode vincular a tarefa a perguntas, como “qual seu maior desejo?” ou “o que você gostaria de mudar em si próprio?”.

No final da atividade, cada participante mostra sua bandeira e fala sobre ela.

O objetivo é desenvolver o autoconhecimento e possibilitar que todos conheçam melhor uns aos outros.

Dinâmica de motivação

Vendedores geralmente são ótimos contadores de história.

Nessa dinâmica, você vai estimular esse lado, pedindo para que cada um conte qual foi a sua maior realização profissional nas vendas.

Pode ser o maior valor, o maior desafio, enfim, qualquer coisa que tenha sido especial para o vendedor.

Após os relatos, cada participante ganhará um prêmio pela sua realização.

Mas o fundamental é que você comente cada história e incentive que outras pessoas também façam comentários, identificando quais qualidades podem ser reconhecidas a partir dos relatos.

É uma ótima maneira de aumentar a autoestima dos vendedores.

dinâmicas de motivação

Dinâmica de desenvolvimento

Cada participante escreve, em uma folha, a resposta para a seguinte pergunta: “Qual a maior dificuldade que você encontra para trabalhar com esse grupo e nessa empresa?”.

Para que as respostas sejam mais sinceras, não é necessário assiná-las.

As folhas são distribuídas aleatoriamente e lidas em voz alta.

Em um primeiro momento, os participantes tomam conhecimento de fatores que desmotivam seus colegas, dos quais talvez não fizessem ideia.

Mas a parte mais importante é que todos se manifestem (inclusive o gestor) comentando cada resposta, pensando em maneiras de melhorar o trabalho em equipe e superar as dificuldades.

Dinâmicas para descontração

Brincadeiras simples também têm o seu valor, pelo simples fato de possibilitar aos colaboradores um momento de relaxamento e risadas.

Você pode organizar o desafio da mímica, em que cada participante recebe um tema (podem ser conceitos, objetos, situações, etc.) e tenta representá-lo apenas com mímicas.

Se são muitas pessoas, fica mais divertido separar os participantes em grupos.

Essa dinâmica, além de descontrair o ambiente, serve para estimular a comunicação não verbal e a criatividade entre os membros da equipe de vendas.

Dinâmica para trabalho em equipe

Para essa última dinâmica, você vai precisar de um saco gigante, que pode ser adquirido em lojas de venda de tecido por quilo.

Você vai pedir que todos os participantes entrem no saco e imponha o desafio de percorrerem determinado percurso.

Para que esse desafio seja superado, o grupo precisará bolar uma estratégia e coordenar todos os movimentos.

Parece uma brincadeira boba, mas os participantes perceberão a importância da interdependência e do trabalho da equipe, além do respeito às diferenças (tipo físico, idade, etc.) e diálogo para encontrar a melhor estratégia.

Dinâmica de motivação e autoestima

Sempre que pensamos em ambiente corporativo falamos de gestão de capital humano, lideranças, nas competências e habilidades técnicas e comportamentais exigidas para cada tipo de função.

Com certeza esses são fatores essenciais para o alcance de resultados, porém, existem dois outros elementos fundamentais – autoestima e motivação nas empresas.

A importância destes elementos se dá porque mesmo que um profissional seja totalmente preparado para atuar em sua função, se não estiver motivado e com a autoestima equilibrada dificilmente conseguirá desenvolver seu trabalho e alcançar resultados expressivos.

A autoestima compreende a relação do colaborador consigo mesmo.

Como ele se vê e acredita que os demais o vêem, como enxerga seus pontos fortes e de melhoria e como valoriza seus conhecimentos.

Alimentar sua autoestima é importante tanto nas relações de trabalho como na vida pessoal, uma vez que estar bem e mais confiante em suas capacidades e competências favorecerá todos os campos de sua vida.

Já a motivação está entre os fatores que mantém seu entusiasmo para com o trabalho.

As âncoras de carreira estão entre os motivadores de um profissional.

Elas evidenciam o que de fato o colaborador valoriza, e esta automotivação profissional pode basear-se em elementos como: a necessidade de reconhecimento, o desafio puramente, a remuneração, ter um propósito maior, entre outros.

É importante destacar ainda a responsabilidade das empresas de criar mecanismos de gestão que facilitem a manutenção e alimentação da autoestima e motivação dos colaboradores.

Os líderes devem buscar a potencialização das capacidades, sem explorar excessivamente e negativamente os profissionais, dar feedbacks assertivos e não assediar moralmente seus colaboradores.

De outro lado, o profissional para manter a autoconfiança equilibrada deve ter:

  • Pensamentos positivos
  • Focar em suas habilidades
  • Buscar minimizar os pontos de melhoria
  • Manter relacionamentos interpessoais sadios
  • Aprender com seus erros
  • Organizar seu tempo para deste modo ser mais produtivo e ter mais espaço para suas atividades pessoais

Motivação de funcionários

O RH tem uma função importante, mas nem a melhor equipe de RH está em uma posição de tomar as ações necessárias para afetar as atitudes dos funcionários individualmente ou em equipe.

E o envolvimento dos funcionários continua a ser um desafio para as empresas no mundo todo.

Recentemente, a Bain & Company, em conjunto com a Netsurvey, analisou as respostas de 200 mil funcionários em 40 empresas, de 60 países e encontrou algumas tendências preocupantes:

  • As pontuações de engajamento diminuíram com o salário e os cargos dos funcionários. Isso significa que os funcionários com o conhecimento mais profundo da empresa, normalmente são os menos engajados;
  • Pontuações de engajamento caem quando você está muito abaixo no organograma, o que significa que os altos executivos tendem a subestimar o descontentamento da linha de frente;
  • Os níveis de engajamento são mais baixos entre os funcionários de vendas e serviços, que têm o maior número de interações com os clientes;

No entanto, algumas empresas conseguem reverter essas tendências.

A empresa de suporte e hospedagem Rackspace, por exemplo, tem um mantra fanático de suporte ao cliente.

Energizados e motivados, os rackers se dedicam para criar uma experiência superior aos clientes.

Por sua vez, os clientes recompensam os Rackspace com intensa lealdade, contribuindo para o crescimento da receita anual da empresa em 25% e pelos 48% do crescimento dos lucros desde 2008.

O Rackspace e as outras empresas líderes investem pesado na criação de uma cultura de engajamento dos funcionários.

Mas quais são os segredos?

dinâmicas de motivação

Rackspace: investimento pesado na cultura organizacional

A responsabilidade é dos líderes e não do RH

É difícil para os funcionários se tornarem verdadeiramente engajados, se não gostarem ou confiarem em seus chefes.

É por isso que é fundamental para os supervisores tratar do envolvimento da equipe, como uma alta prioridade.

Portanto, os líderes seniores dão a seus supervisores a responsabilidade e autoridade para motivar o engajamento, energia e criatividade que sinalizam profundo envolvimento dos funcionários.

Líderes aprendem a ter diálogos sinceros com suas equipes

Nem todo líder envolve naturalmente seus funcionários e as empresas líderes fornecem treinamento e coaching , sobre como incentivar discussões construtivas com os membros da equipe.

Assim, os líderes estão preparados para lidar com temas sensíveis, como pedidos de melhorias de salários ou preocupações sobre a terceirização.

O treinamento também salienta a importância de tomar ações corretas de forma rápida e, em seguida, dizendo aos funcionários como podem contribuir para as melhorias da empresa.

Eles fazem checkins regulares

Pesquisas regulares, frequentes e anônimas dão a supervisores uma melhor compreensão da dinâmica da equipe e uma noção de como a equipe acredita que as experiências dos clientes possam ser melhoradas.

O mais importante, no entanto, não é uma métrica, mas o diálogo que é resultado desses checkins.

Na AT&T, os executivos não distribuem números das pesquisas com os funcionários.

Em vez disso, eles mostram apenas as tendências e comentários na íntegra.

Isso sinaliza que discutir e abordar as causas profundas dos problemas importa mais do que qualquer pontuação absoluta.

Empresas como a AT&T estão sempre monitorando o envolvimento dos seus funcionários.

Equipes se reunindo em torno do cliente

Representantes de call center, especialistas em vendas, técnicos e outros da linha de frente, conhecem intimamente quais aspectos do negócio irritam ou encantam os clientes.

As empresas que ganham regularmente nos índices de engajamento dos funcionários, perguntam aos funcionários como a empresa pode aprender mais sobre seus clientes e construir mais sobre construir promotores de clientes.

A AT&T por exemplo, criou uma infraestrutura digital que permite todas as sugestões dos funcionários, que se registram online.

Uma pequena equipe, dedicada lê e filtra as sugestões, enviando cada comentário para o líder responsável, que é obrigado a ler e responder os comentários.

Os funcionários podem ver o progresso de cada sugestão e os comentários.

Outras empresas desenvolveram sistemas que permitem que os funcionários votem nas ideias sugeridas por outros funcionários, com as melhores ideias recebendo a atenção da equipe de liderança.

O engajamento é o primeiro passo de uma cultura

A maioria das empresas hoje gastam enormes quantidades de tempo e esforço de medição e que abordam questões relacionadas com o envolvimento dos funcionários.

Mas os resultados são geralmente abaixo do esperado.

Para ter um maior retorno sobre esses recursos é hora de empresas, executivos e empreendedores colocarem a sua abordagem atual de cabeça pra baixo.

Abra o diálogo entre os funcionários e seus supervisores.

Coloque equipes no comando. Isso é o que a sua empresa precisa fazer para ajudar seus funcionários a se engajarem e se aproximarem de seus trabalhos com energia, entusiasmo e criatividade.

Qual a Importância das dinâmicas de motivação

A motivação é força que move as pessoas, que as leva a realizar qualquer tipo de atividade com êxito.

Motivação é o gás, o combustível da vida.

Pessoas desmotivadas não conseguem encontrar dentro de si a energia necessária para lidar com os processos diários, como a família, o trabalho, entre outros.

Existem diversos fatores que servem para quebrar esse clico e romper essa inércia.

No mundo empresarial, as dinâmicas de motivação cumprem muito bem esse papel.

Estas dinâmicas funcionam como alternativas para encontrar o equilíbrio entre todas as atividades da rotina dos colaboradores, no universo da empresa.

E mais, ainda serve para manter a sua autoestima e produtividade em alta,  além de conseguir integrar equipes de trabalho.

O principal objetivo das dinâmicas de motivação nas empresas, é tentar solucionar o problema da desmotivação no ambiente Organizacional, provenientes de diversos fatores.

Eles podem ser situações de insegurança, mudanças que geram ansiedade, demissões, contratações, etc.

Tudo isso influencia, diretamente, no rendimento dos profissionais.

O que causa prejuízos à empresa, seja ele financeiro, de rendimento ou de qualidade no ambiente de trabalho.

Os gestores e líderes também podem utilizar esta metodologia como forma de se aproximar e conhecer melhor seus colaboradores.

Deste modo, será possível estabelecer um bom relacionamento interpessoal e uma excelente comunicação entre todos os membros da equipe.

Isso resultará em uma relação de confiança entre gestores e colaboradores, além de possibilitar que todos os potenciais sejam identificados e explorados, gerando assim, um alto grau de motivação em todos os envolvidos.

E essa é a grande importância da dinâmica de motivação.

Equipes motivadas trabalham melhor e rendem mais.

Por isso, ela é extremamente necessária dentro das Organizações empresariais e deve ser realizada pela equipe de Recursos Humanos e Gestão de Pessoas, com certa frequência.

Podem acontecer toda vez que houver algum conflito, contratação ou até mesmo só para manter a estrutura já estabelecida.

Pessoas motivadas conseguem atingir altos índices de produtividade.

Além de acreditarem bem mais em seus potenciais e nos seus poderes de contribuir para o sucesso da empresa, onde estão inseridas.

Por isso, se você ainda não aplica as dinâmicas de motivação na sua empresa, vale muito apena começar agora mesmo a planejar como fazê-lo.

Elas podem ser exatamente o que a sua empresa precisa para alavancar e alcançar o sucesso.

Nós da Software Avaliação possuímos as ferramentas e a experiência de já ter ajudado mais de 200 empresas no Brasil e no exterior com a Gestão de Pessoas, e podemos ajudar sua empresa também neste processo!

Clique no link abaixo e conheça a ferramenta que irá transformar os resultados dos seus colaboradores.

>> Clique Aqui e conheça o Software Avaliação Gratuitamente <<

Dinâmicas de Motivação – Colaborador Satisfeito É Garantia de Sucesso
5 (100%) 10 votes


E-book Grátis

Descubra os 10 passos infalíveis para uma Avaliação de Desempenho Perfeita.

Informe seu e-mail ao lado

100% livre de spam.