Inteligência Competitiva – Como Bloquear A Concorrência.Veja Aqui!17 min read


A maneira encontrada para coletar e estruturar informações importantes sobre o agir dos concorrentes, é através da inteligência competitiva.

Esse meio também permite sondar o comportamento da clientela e do mercado de forma geral. É possível analisar o cenário e suas mudanças permitindo que as decisões sejam tomadas com maior porcentagem de assertividade.

Esse mecanismo tem por objetivo aumentar as chances de uma empresa aumentar suas possibilidades de competir com a concorrência, analisar suas metas e planos e ainda ter uma melhor visualização de sua situação no mercado.

Através da inteligência competitiva é possível obter a condição real do empreendimento detectando antecipadamente oportunidades e ameaças tendo a chance de definir estratégias competitivas mais eficiente e eficazes.

Informações obtidas através de diversas fontes são analisadas estrategicamente proporcionando ao negócio evoluir tomando a liderança do nicho e ultrapassando a concorrência.

Todo esse processo permite a empresa compreender se sua estratégia continua a mantê-la competitiva e se esse modelo é ou não sustentável.

Vivemos um momento repleto de competividade onde conhecimento e informações são importantes.

A inteligência corporativa consente que as organizações possam ser inovadoras e proativas, andando sempre à frente e evitando serem surpreendidas por ações da concorrência que possam fragilizá-las.

As empresas que buscam informar-se sobre seus concorrentes através da mídia, clientes, imprensa ou representantes acabam por serem prejudicados nas informações adquiridas.

A razão é que a concorrência só torna público o que é de seu interesse, situações que já aconteceram ou que já estão em andamento.

A inteligência competitiva ao contrário prevê e antecipa os passos do concorrente tornando essa ação preditiva.

Esse fator faz com que a organização esteja sempre a frente oferecendo condições melhores bloqueando a ação prevista.

Empresas em todo o mundo fazem uso da inteligência competitiva e boa parte delas investe em profissionais específicos para sondar a concorrência.

Esse ato proporciona aprendizado pois permite que a empresa aprenda com seus próprios erros e assim não serem pegos desprevenidos.

Muitas vantagens podem ser listadas e dedicadas ao uso desse sistema, como:

  • A identificação de oportunidades e ameaças
  • Aprendizado constante através dos erros e acertos
  • Obtenção de conhecimento que influenciará em futuros planejamentos
  • Compreensão relacionados ao impacto das estratégias utilizadas contra a concorrência
  • Compreensão de ações no mercado
  • Reavaliação de estratégias
  • Obtenção de meios para garantir que o modelo de sustentabilidade continue exercendo o mesmo efeito positivo para a empresa

Empresas com visão de mercado conseguem aprender com maior rapidez, efetuam mudanças necessárias e significativas e ainda inovam sempre à frente dos concorrentes.

A percepção do cliente em relação a empresa que usa a inteligência competitiva é de que estas entendem suas necessidades e busca sempre atende-las com rapidez e eficiência que a demais empresas presentes no mercado.

Esses clientes sentem-se satisfeitos por encontrarem serviços e produtos inovadores. Devido a tal grande importância desse sistemas as empresas investem na inteligência competitiva pois sempre os resultados em seu crescimento e lucratividade.

Por fim é correto afirmar que inteligência competitiva age como um norteador utilizado por gestores de empresas que os permitem elaborar planos estratégicos assertivos com base em informações confiáveis.

Também é possível verificar se é necessário aplicar ajustes nas estratégias vigentes.

Não são somente as grandes empresas que se beneficiam desse sistema.

Atualmente as pequenas e médias empresas também tem investido nesse método embora elas encontrem maior dificuldades para acessar tais informações e sofrerem com a incerteza do conhecimento captado.

inteligencia competitiva

Ciclo de inteligência competitiva

O processo através do qual as informações são obtidas e disponibilizadas possui um ciclo de inteligência onde decifrar com maestria os dados coletados exigem técnicas e métodos próprios de análise.

Essa atividade necessariamente precisa ser sistêmica, organizada e exercida continuamente.

O processo decisório é formado por uma cadeia que vem a ser representada por passos que devem ser seguidos pelo gestor a fim de evitar erros e desvios durante a execução da estratégia.

Existe um metodologia usada na análise da concorrência e que prevê quatro etapas onde ocorrem da seguinte forma e seguinte a sequência:

  • Definição de alvos e analise de necessidades;
  • Definição de fontes que serão uteis e coleta de dados;
  • Analise de especialistas das informações coletadas
  • Compartilhamento das informações aos gestores e pessoas que virão a tomar decisões.

Outra metodologia usa um sistema de cinco fases do processo. Todas são importantes e interagem entre si, tornando indispensável a realização de todas elas.

Moldes de estrutura do sistema de inteligência competitiva

Identifica-se as necessidades dos usuários

O sistema atua em cima da necessidade do usuário e devido a isso é necessário identificar porque as informações precisam ser coletadas para estabelecer a real necessidade.

Esse passo evita que informações desnecessárias sejam geradas. As informações geradas tendem a ser especificas e focadas. Após a definição desses parâmetros inicia-se a segunda fase do processo.

Coleta-se dados

Nessa etapa ocorre a busca e o fornecimento de informações que serão analisadas e que através delas a inteligência competitiva será produzida.

Os recursos são utilizados de forma otimizada através do gerenciamento de uma soma de atividades. A coleta segue requerimentos pré-estabelecidos que irão garantir que o resultado atenda as expectativas.

O importante é garantir que as informações atendam às necessidades e sejam uteis e para isso vários tipos de coletas são feitas ao mesmo tempo o que geralmente gera informações duplicadas, mas que acabam por serem necessárias para garantir confiabilidade ao processo.

As fontes consultas são públicas e privadas e para isso são seguidas orientações jurídicas que ditam como e quando a coleta das informações adquiridas de fonte humana é adequada.

Ocorre a gestão e processamento das informações

Na terceira etapa do processo é realizada a conversão de todos os dados coletados para um molde mais viável.

Nessa etapa são incluídas traduções, transformação de mensagem falada em escrita, processamento fotográfico, uso de aplicativos eletrônicos e outros recursos que possam vir a ser necessários.

Esses recursos devem garantir a análise detalhada de tudo em relação a todas as informações geradas.

Ocorre análise e produção da inteligência competitiva

Nesta etapa ocorrem as analises, avaliações e interpretações integrando os dados com as informações e gerando cenários, propostas de ação e alertas.

A inteligência competitiva pode vir a ser gerada através de uma simples fonte ou em coletas de muitas fontes e diversos bancos de dados. O resultado precisa ser claro, objetivo e preciso.

Para que isso ocorra são eliminados conteúdos redundantes, informações que não atendam a necessidade do usuário e conteúdos errôneos.

Analistas especializados determinam a necessidade da realização de uma nova coleta caso espaços fiquem sem preenchimento.

A análise aplicada é rigorosa e minuciosa para que venha a ser útil em futuras tomadas de decisões.

O sistema é capaz de transformar simples resumo em informações analíticas capaz de prever comportamentos a serem realizados no futuro e permite criar através disso estratégias para se defender.

Ocorre a divulgação e compartilhamento das informações geradas

A última etapa é a entrega para o usuário de todas as informações coletadas transformadas em significados que serão uteis para analises e tomadas de decisões imediatas sobre as estratégias a serem seguidas.

O fruto da inteligência pode ser através de relatórios escritos ou verbais.

Ferramentas de inteligência competitiva

São recursos que podem ser utilizados e que têm potencial para maximizar os resultados.

Entre eles encontram-se os portais corporativos que contribuem na disseminação de todos conhecimento gerado e através disso gera a facilidade de busca aos usuários garantindo mais agilidade no acesso as informações.

Outra importante ferramenta que pode ser usada pelas empresas é geomarketing ou marketing geográfico que torna possível aos usuários a visualização de mapas georeferenciados que facilitam análise de dados.

Tais mapas podem ser usados na obtenção de amplo conhecimento do nicho em que a empresa é atuante ou pretende atuar.

Permite dividir o mercado por regiões e identificar os concorrentes que atuam em cada área e ainda obter informações sobre clientes e entender como estes estão distribuídos no espaço geográfico.

Esse recurso é indispensável para entender onde estão e como estão concorrentes e clientes.

Os melhores pontos de venda podem ser facilmente identificados e indicar oportunidades de expansão de um empreendimento.

O recurso de localização auxilia também em decisões táticas ou estratégicas mercadológicas.

Os mapas tem a capacidade de integrar um amplo acervo de informações e proporcionar uma completa analise capaz de relevar tendência, responder inúmeros questionamentos e atribuir padrões.

Os modelos estatísticos são também ferramentas de inteligência competitiva e é útil para as empresas quando estas tem muitos dados coletados de inúmeras fontes ou quando o volume de informações se desentendem.

Essa ferramenta vem a ser útil também no auxílio a tomada de decisões pois gestores podem optar pelo uso de seus dados como fator determinante ou quando as possibilidades são grandes e requerem uma tomada de decisão manual.

Os modelos estatísticos são muito uteis para ranquear clientes, mercados e fornecedores.

Processo de inteligência competitiva

Dentro das organizações é importante o acesso a informação e para isso o uso de ferramentas tecnológicas que mediam a informação e o conhecimento que vem a auxiliar no processo de tomada de decisões realizadas pelos administradores.

Informações incorretas podem levar a empresa a grande prejuízos de tempo de recurso financeiro podendo leva-la a falência.

A busca por tecnologias é constante pois elas auxiliam na melhora da produtividade e torna uma empresa mais competitiva.

Os processos inteligência competitiva organizacional são entendidas como processos de gestão que auxiliam e atuam sobre as estratégias organizacionais atuando interna e externamente dependendo de um fluxo de informações.

Como um processo a inteligência competitiva se ocupa em investigar o ambiente onde a organização se localiza e busca aumentar suas oportunidades e minimizar seus riscos.

Permite ainda estabelecer estratégias de curto, médio e longo prazo.

Conceitualmente está ligada ao processo continuo por estabelecer conexões e gerar informações para a empresa usuária e ao mesmo tempo cria as estratégias que aumentara a assertividade quando uma decisão for tomada.

A base do processo se encontra na prospecção e monitoramento onde fluxos são mapeados e através disso novos conhecimentos são passiveis de serem gerados em benefício da empresa.

inteligencia competitiva

Inovação e inteligência competitiva

É crescente a crença de que o departamento de tecnologia da Informação pode trazer muitas vantagens competitivas para as organizações e estão relacionadas com o processo de inovação e gestão de conhecimentos.

Ao mesmo tempo o entendimento das informações sobre o desempenho da empresa e dos concorrentes e a necessidade dos clientes também podem significar novos horizontes e a possibilidade de estratégias de gestão bem sucedidas através da inteligência competitiva.

A inovação tem se destacado como importante ferramenta utilizada pelas empresas para vencerem a concorrência. É necessário sem dúvida traçar o perfil não apenas do cliente, mas também do concorrente.

Existe uma analogia entre inteligência competitiva e estratégia militar pois ambas partem do pressuposto de conhecer o campo inimigo e suas estratégias e assim prever seus próximos passos se preparando antecipadamente para cada um deles.

No mundo dos negócios não é diferente dos exércitos pois é necessário saber exatamente o que a concorrência tem feito ao mesmo tempo que entender o que o cliente necessita.

A inteligência competitiva investiga todo o ambiente e visa pela descoberta de oportunidades e redução de riscos com o objetivo de estabelecer as estratégias.

Uma empresa que busca por inovação e crescimento continuo necessariamente precisa aderir ao sistema de inteligência competitiva pois sem ele seria como andar pelo mercado com os olhos vendados e estará à mercê da sorte para obter sucesso em seus negócios e empreendimentos.

É possível afirmar que através da inteligência competitiva aliada a gestão estratégica uma organização segue para a inovação pois seu foco é entender e interagir com o mundo externo.

Com o uso de seus processos existe a possibilidade de realizar inovações que atendam às necessidades do mercado e permitem crescimento.

As técnicas desse sistema rastreiam o ambiente externo antecipando sinais fracos e descobrindo oportunidades.

O processo de inovação pode estar diretamente ligado ao uso dessas técnicas pois a informação e o conhecimento servem de alicerce uma para a outra. Portanto é importante para as empresas identificar a relação entre inteligência competitiva e inovação.

Ética e inteligência competitiva

A inteligência competitiva é uma prática ética levando em consideração que as empresas são sistemas abertos que constantemente trocam informações com o ambiente externo de negócios.

Para esclarecer melhor é preciso definir o que vem a ser ética. Palavra com origem grega que significa refletir sobre valores individuais de caráter e que constituem os pilares dos costumes de uma sociedade em determinado tempo.

A ética por fim é o juízo referente a conduta humana que pode vir a ser considerada boa ou ruim.

Nas empresas os administradores precisam fazer escolhas para assim desempenhar suas atividades e estas podem sofrer influência pela moral pessoal que está em constante estimulação pelo ambiente.

Processos que podem ser considerados antiéticos partem da coleta e processo de informações tendenciosas podendo levar a erro ou influenciar os resultados.

Outra forma de agir de forma antiética é espalhar falsas informações sobre a concorrência com o intuito de prejudica-la sabendo ser mentira os dados informados.

A coleta de informações através de fontes e técnicas ilícitas também é uma forma de agir sem ética.

A coleta de dados de forma tendenciosa é um risco de que se aplica não somente à inteligência competitiva, mas a qualquer análise ou pesquisa que pode vir a ser conduzida de forma que gere benefícios para um conjunto pré-estabelecido.

Tal ato é imoral se feito de forma intencional.

Espalhar informações falsas sobre o concorrente é considerado crime e atividade ilícita podendo gerar muitos transtornos para o concorrente em questão e para a empresa que ágil de má fé.

Coletar dados da concorrência através de atividade ilícita é considerada uma atividade de alto risco pois pode vir a ser considerada espionagem e é crime previsto em lei.

Os altos custos e transtornos decorrentes dessa atividades não valem o intento pois além de um escândalo ainda acarretaria multas, processos e até a destruição da imagem de uma empresa.

Além dessas existem muitas outras formas de agir de forma antiética como buscar informações no lixo dos concorrentes.

Ou então, tentar comprar funcionários para receber informações privilegiadas, adentrar a intimidade das pessoas ou ainda mentir para conseguir alguma informação.

É importante que as empresas formulem com parâmetros pautada da ética alinhados com seus valores um código de ética para uso da inteligência competitiva com o intuito de evitar situações desagradáveis e nortear o trabalho realizado.

Esse código vem a ser de grande auxilio principalmente na coleta de dados.

Além disso é preciso ter consciência de maior parte das informações realmente importantes a se coletar encontram-se em fontes públicas e não é necessário partir para meios duvidosos para atingir um objetivo.

Ter compromisso com a ética é importante e faz com que uma empresa gere confiança com seus clientes, fornecedores e colaboradores.

A ética não pode aparecer somente no resultado, mas durante todo o processo.

Deve-se considerar o que uma escolha pode gerar no futuro e pensar sobre o motivos que podem levar alguém a tomar a atitude de partir para a ilegalidade.

Através da inteligência competitiva a empresa intenta por se sobressair frente aos concorrentes, obtendo sucesso em seus negócios ao mesmo, tempo que constrói um valor ético.

inteligencia competitiva

Não existe a necessidade de usar artifícios como a espionagem e sim analisar dados e buscar informações.

A integridade é um dos pilares desse sistema pois toda empresa visa ser conhecida por seu valor social e uma boa imagem para assim gerar confiança.

A construção de uma imagem e reputação pode tornar uma empresa ainda mais rentável com base na ética exercida pois a credibilidade é um ponto a ser destacado e buscado.

Sem ela a imagem negativa da empresa certamente não resistirá.

Os valores e princípios de uma empresa permite que está obtenha lucros a longo prazo e não somente em um determinado momento com base em mentiras e deslealdade.

Todos esses fatores juntos mostram que ética e inteligência competitiva precisam andar juntas.

Mais uma vez nota-se a real necessidade de um código de conduta que norteie as ações e dite padrões a serem seguidos e que sejam aplicados de forma imparcial.

Não basta apenas que o código exista, este precisa que suas informações sejam propagadas e assumidas com responsabilidade.

Inteligência competitiva e planejamento estratégico

O planejamento estratégico é considerado como um importante processo que efetua avaliações onde analise as possíveis consequências de decisões presentes no futuro de uma empresa.

Desta forma é possível trabalhar na redução das incertezas e obter maior taxa de assertividade da tomada de decisão driblando as mudanças que acontecem constantemente.

Planejamento estratégico é criado com metas e objetivos que podem ser curto, médio e longo prazo e também está relacionado na construção das políticas empresariais que envolve um certo nível de burocracia que tente a ser criticado por alguns teóricos.

Contudo é notável que planejamentos bem elaborados produzem informações confiáveis e de grande impacto gerando resultados positivos aos gestores e as empresas.

Observando as muitas críticas a inteligência competitiva veio a se unir ao planejamento estratégico e servindo como forte aliada em seus esquemas de atuação.

A inteligência competitiva contribui ao ser um processo ético e sistêmico, através do qual as empresas obtém conhecimento seguro e confiável, sobre os passos de seus concorrentes.

Também pode contribuir ativamente no processo de tomada de decisão dentro do tempo adequado e considerando menores as taxas percentuais de erros.

As empresas que somam a inteligência competitiva com o planejamento estratégico percebem que o primeiro processo atende as necessidades do segundo entregando elementos importantes para que as alternativas sejam formuladas.

Isso faz com que o conhecimento seja utilizado revelando oportunidades e pontos fracos, projetando reações e defesas contra ataques da concorrência e possibilitando decisões acertadas.

Um processo não elimina o outro, apenas contribui ativamente auxiliando e melhorando os processos já existentes.

Essa parceria torna o planejamento estratégico muito mais eficiente e forte, frente aos desafios do mercado além de permitir o entendimento de ações passadas e auxiliar na tomada de decisões futuras com base no aprendizado através da observação dos erros.

Nós da Software Avaliação possuímos as ferramentas e a experiência de já ter ajudado mais de 200 empresas no Brasil e no exterior com a Gestão de Pessoas, e podemos ajudar sua empresa também neste processo!

Clique no link abaixo e conheça a ferramenta que irá transformar os resultados dos seus colaboradores.

>> Clique Aqui e conheça o Software Avaliação Gratuitamente <<

Inteligência Competitiva – Como Bloquear A Concorrência.Veja Aqui!17 min read
5 (100%) 10 votes


E-book Grátis

Descubra os 10 passos infalíveis para uma Avaliação de Desempenho Perfeita.

Informe seu e-mail ao lado

100% livre de spam.