Como Engajar Os Colaboradores Com Um Orçamento Limitado11 min read


Como Engajar Os Colaboradores

Atualmente, há muitas maneiras criativas de como engajar os colaboradores na empresa. Contudo, o que fazer quando o orçamento do Recursos Humanos é pequeno? Como driblar a falta de recursos e fazer um bom trabalho? Como Gerenciar o Departamento Pessoal?

Quando se ouve falar de uma empresa como o Facebook, que oferece refeições grátis e cinco estrelas para todos os seus colaboradores, tendo toda uma estrutura para isso, os gerentes de RH acabam ficando um pouco nervosos e desanimados por não terem como fazer algo semelhante para sua equipe.

Mas, tenha muita calma pois a maior parte das coisas que os colaboradores deseja não custa dinheiro nenhum, e além de gratuitas, são fáceis de implementar.

Por isso, não considere o fato de ter um orçamento pequeno (ou inexistente) como um problema, mas ao invés disso, enxergue como uma oportunidade para ser criativo.

Antes de lhe mostrar como os gestores podem motivar seus colaboradores com um baixo orçamento, vamos primeiramente, considerar o motivo do surgimento do problema de verba para investir no bem-estar da equipe.

A raiz do problema

Um questionamento importante para fazermos a nós mesmos é:

De onde vem a ideia de que ter um pequeno orçamento não vai funcionar?

A nossa teoria para responder essas questões é que após a recessão de alguns anos atrás, as empresas esperavam que seus colaboradores fizessem mais com menos.

As demissões em massa fizeram com que as pessoas passassem a assumir trabalhos extras com medo de não serem úteis para empresa e, com isso, acabarem sendo demitidas.

Os trabalhadores se adaptaram a esta situação como sendo o “novo normal” e, a partir daí, as empresas de todas as partes passaram a esperar essa postura de seus profissionais.

Nesta perspectiva, é essencial que se entenda o conceito de teoria da equidade, onde os colaboradores precisam se sentir como se houvesse uma quantidade igual de reconhecimento (salário, benefícios e etc) para toda a equipe.

Quando os colaboradores enxergam que existe desigualdades na equipe, eles começam a se desengajar e perder o foco, pois a grande maioria se sente como se não tivesse sendo tratada de forma justa.

A solução simples é colocar dinheiro no problema, ou seja, dar-lhes um aumento de salário ou gratificações, mas isso é uma solução de muito curto prazo. Além disso, você não estará realmente abordando o problema com um todo, mas apenas um dos sintomas do problema.

O problema real é o fato de que eles estão sobrecarregados e os gestores possuem expectativas irrealistas sobre o quanto é possível trabalhar para não se se sentir exausto e ter queda de produtividade.

Até que essa questão central seja abordada, você pode gastar fortunas que os colaboradores irão continuar insatisfeitos. É preciso ir na raiz do problema, que na maioria das vezes não está ligada a aumento de salário e bonificações.

No final das contas, o que todo profissional anseia é reconhecimento de seu trabalho e respeito. Isto é, eles querem sentir que suas ideias são aceitas na organização e que fazem um trabalho importante, além de serem remunerados e tratados de forma justa e igualitária.

Tudo isso não custa nada. É claro que se você puder promover almoços, confraternizações, viagens e eventos especiais para seus empregados será muito bom e eles vão gostar muito. Contudo, mais importante que isso é eles se sentirem realmente valorizados, tendo uma boa condição de trabalho, salário justo com a função e tarefas que desempenham e por fazerem parte de um ambiente organizacional saudável.

Confira 7 coisas que os colaboradores desejam, e vão ajudar você a engajá-los:

Como Engajar Os Colaboradores

  1. Autonomia

Os colaboradores querem autonomia. Ou seja, eles querem sentir que estão crescendo profissionalmente e avançando em suas carreiras e como pessoa. Para isso, eles precisam ver que podem opinar nas rotinas da empresa.

Se seus colaboradores possuem ideias incríveis, você, como um líder, não pode desperdiçá-las.

O problema com a maioria das empresas é que oferecem uma autonomia velada, onde o profissional diz o que fazer, como fazer e, em seguida, seus superiores irão corrigi-lo da forma que acham que pode ser melhor para a empresa. Isto é, não é dada a autonomia completa, onde o profissional teria toda a liberdade para trabalhar em seu projeto.

Assim, compreendemos que isso não é autonomia. Mas sim, um certo nível de liberdade dentro de um projeto.

Se você realmente quer dar aos colaboradores o que eles querem, deixe-os mais livres para que eles possam pensar em todas as etapas do projeto que sugeriram. Dessa forma, eles poderão aprender com os erros e o resultado final pode ser muito satisfatório. Além de ser uma ótima maneira de incentivar o crescimento de lideranças.

  1. Respeito

Este é o item mais importante desta lista. Tudo se resume a respeitar os profissionais e tratá-los como humanos e não como ferramentas de produção. Um bom parâmetro é tratar seus colaboradores da mesma maneira que você trataria seus próprios filhos, sempre lembrando que eles lhe enxergam como um líder e anseiam pelo aprendizado que podem ter.

Você acha que é justo pedir para seus colaboradores ficarem trabalhando até tarde ou percam o almoço, quando você não faz a mesma coisa?

Você acha que é justo subjugá-los?

Você acha que é justo tomar o crédito pelo trabalho que eles fizeram?

Pense nessas questões e demonstre em ações para a sua equipe o devido respeito e consideração que eles merecem.

Se você tem consciência que a equipe está com um prazo apertado para entregar um trabalho, dialogue com eles oferecendo um prazo maior ou uma redistribuição de tarefas. Isso mostrará que você realmente se importa com o bem-estar da equipe.

  1. Confiança

Confiança e autonomia andam de mãos dadas. Como um líder, você precisa ser capaz de confiar plenamente que seus colaboradores irão fazer um bom trabalho para a empresa, não importa qual seja a tarefa.

Você precisa confiar também que os colaboradores terão sempre em mente os interesses da empresa. Dessa forma, você não sentirá a necessidade de questionar os motivos de ações deles.

Ao confiar neles o suficiente para contratá-los, você deve confiar a eles praticamente qualquer coisa.

Como um exemplo simples, se você quiser construir sua marca de empregador, dê a seus colaboradores a liberdade criativa que eles precisam e confie que eles transparecerão os valores da empresa, será um grande sinal de confiança.

  1. Horários Flexíveis

Em quase todas as pesquisas sobre o que os colaboradores querem e o que os mantém os satisfeitos, a ideia de horários é sempre recorrente. Afinal, quem não deseja fazer o seu próprio horário, sem a pressão de cumprir ponto?

Se você ainda não concede horários flexíveis ou a possibilidade de home office a seus colaboradores, você deve começar a experimentar isso agora.

Contudo, se você já estiver fazendo isso, é importante expandir o benefício e lembrar aos colaboradores que eles devem se sentir livres enquanto a isso, mas sempre tendo em vista à confiança depositada e o bom senso. Por exemplo: quando reuniões são marcadas, é preciso que todos compareçam no horário combinado.

As tecnologias fazem com que seja difícil do profissional se “desligar” do trabalho. Por isso, ser capaz de viver uma vida fora do trabalho está se tornando mais importante do que nunca.

É o seu trabalho como líder se certificar de que os colaboradores não estão estressados e/ou sobrecarregados com o trabalho. Por isso, evite ao máximo incomodá-los nos finais de semana ou em horários que não fazem parte do expediente.

  1. Valorização do Trabalho em Equipe

Construir relações de amizade é muito importante para o engajamento e felicidade dos colaboradores.  É triste pensar que muitas pessoas vão trabalhar e no ambiente corporativo fazem poucas interações sociais e depois voltam para casa desanimados. Sendo que, na maioria das vezes, essas pessoas passam a maior parte de seu tempo no trabalho.

Por isso, é importante incentivar o crescimento das interações sociais entre seus colaboradores.

Como líder, é seu trabalho certificar-se de que é possível haver relações de amizade entre a equipe, deixando de lado competitividade e rivalidades comuns dos ambientes organizacionais, e que para isso exista, faz-se necessária uma abundância de oportunidades para as pessoas se conectarem e trabalharem em conjunto.

  1. Incentive novas ideias

Os colaboradores querem sentir que suas ideias realmente contam, que você respeita as opiniões deles e leva em consideração na hora de tomar as decisões da empresa.

Por isso, você deve incentivar sua equipe a dar ideias, e certificar-se de que ela se sinta confortável o suficiente para opinar. Um erro muito comum é os gestores pedirem opinião somente a aqueles profissionais que são seus preferidos ou que são mais comunicativos. É muito importante pedir a opinião de todos.

Como gestor, você vai ter que, algumas vezes, insistir com isso, já que alguns colaboradores spodem não se sentir confortáveis de começar a contribuir com ideias, mas ao trabalhar com sua equipe para deixá-los à vontade, você verá como irá obter ideias incríveis para a sua empresa provindas dos colaboradores.

  1. Elogie sua equipe

Se você está procurando a maneira mais fácil de fazer seus empregados felizes e produtivos, o elogio certamente é a resposta.

Quando um colaborador sabe que merece um agradecimento e não recebe, compreensivelmente, ele irá ficar chateado e frustrado.

É tão simples. Dizer “muito obrigado” já é um bom começo.

A parte mais difícil é simplesmente estar atento ao que está acontecendo ao seu redor. Uma vez que você pode elogiar aqueles empregados que se sobressaem, é importante também reconhecer o esforço daqueles que estão dando duro para o crescimento e superando até mesmo seus limites.

Os colaboradores que se sentem reconhecidos, serão mais propensos a continuar tentando fazer um bom trabalho para obter outro “muito obrigado” e não decepcionar.

Por isso, é do seu interesse elogiar os colaboradores, já que esse gesto irá torná-los mais produtivos.

Ao alinhar todos esses fatores com sua equipe, você não irá se preocupar com ter orçamento para promover vários eventos grandiosos para chamar a atenção dos colaboradores.

 

Dicas para diminuir gastos e Engajar os Colaboradores

Como Engajar Os Colaboradores

A redução de custos é essencial para gerenciar o Departamento Pessoal de forma mais enxuta e inteligente, por isso, é necessário buscar alternativas e soluções inovadoras, para manter as políticas mais atraentes e valorizadas pelos colaboradores, de acordo com a situação financeira da empresa.

Negocie a criação de um banco de horas

O banco de horas permite uma maior flexibilização e deve ser negociado com os sindicatos e acrescentado à convenção coletiva, de modo que parte das horas extras sejam pagas através deste mecanismo, permitindo que os colaboradores possam ser recompensados com folgas adicionais e planejadas em comum acordo.

Avalie as terceirizações

Em alguns casos, é interessante adotar a terceirização para a realização de atividades. Tarefas como limpeza, segurança e manutenção, estão entre as mais utilizadas, mas há também a possibilidade de contratar serviços especializados, como TI, logística, marketing e treinamento.

Padronize os processos de recrutamento e seleção

Parte das demissões está relacionada a uma baixa performance do colaborador, em geral, por um desalinhamento entre o perfil do profissional e as necessidades da empresa. Pensando nos impactos causados por um desligamento no orçamento do RH, é fundamental investir em Processos de Seleção mais assertivos para a escolha de candidatos verdadeiramente identificados com a organização e com as competências técnicas e comportamentais importantes para o exercício de sua função.

Planeje a demanda por mão de obra

A demanda de mão de obra deve ser planejada considerando as sazonalidades, situação do mercado e novos projetos. Deste modo, a gestão do RH pode encontrar alternativas legais como férias coletivas, contratação de colaboradores temporários, planos de demissão voluntária, layoff e desligamentos.

 

 

Se você gostou deste conteúdo, estes artigos também irão lhe ajudar:

 

 

 

Como Engajar Os Colaboradores

 

Como você engaja sua equipe?

O que você faz para manter o compromisso de seus colaboradores em alta?

Conte para gente nos comentários abaixo!

Como Engajar Os Colaboradores Com Um Orçamento Limitado11 min read
4.8 (96.47%) 17 votes


E-book Grátis

Descubra os 10 passos infalíveis para uma Avaliação de Desempenho Perfeita.

Informe seu e-mail ao lado

100% livre de spam.