Engajamento no trabalho: o grande segredo das empresas de sucesso!


Existem 4 principais aspectos a se considerar para calcular o Engajamento No Trabalho.

São eles: produtividade, ociosidade, índice turnover (taxa de rotatividade dos colaboradores) e velocidade do onboarding, isto é, o tempo de adaptação do profissional ao novo ambiente de trabalho. Vejamos:

  1. Produtividade dos colaboradores

Um grupo de pesquisadores em Recursos Humanos do Reino Unido comprovou a ligação entre felicidade e produtividade humana. Segundo essa pesquisa, as pessoas felizes são aproximadamente 12% mais produtivas.

Felizmente, para os gestores, existe inúmeras maneiras de fazer os colaboradores serem mais felizes e, consequentemente, mais produtivos no trabalho.

  1. Ociosidade

De acordo com a mesma pesquisa, as empresas onde os empregados possuem alto nível de envolvimento possuem um índice de cerca de 37% inferior de ociosidade no ambiente de trabalho.

  1. Índice turnover

Há uma correlação de 43% entre os níveis de engajamento e turnover. Quando o engajamento vai para baixo, o turnover sobe. Se engajamento sobe, o turnover cai, o que é bom para a empresa.

  1. Velocidade do Onboarding

No livro “Os primeiros 90 dias”, de Michael Watkins, o autor que, normalmente, leva 90 dias para que um colaborador comece a acrescentar “valor” real para uma empresa.

No livro, Michael explica que o processo de integração é a parte mais importante. Por isso, se você puder descobrir como otimizar o seu processo de integração, essa quantidade de dias pode ser diminuído, fazendo com que os colaboradores comecem a criar um valor muito mais rápido.

Se você não tiver um processo de integração configurado adequadamente, os colaboradores podem levar ainda mais tempo antes de começar a agregar valor à organização, o que custa dinheiro diariamente ao seu negócio.

Os benefícios financeiros do engajamento dos colaboradores

Beneficios Financeiros

Há uma grande quantidade de pesquisas que mostram que colaboradores engajados fazem com que qualquer negócio seja mais rentável.

Um estudo da Organização Jackson mostra que as empresas que efetivamente reconhecerem o valor de seus empregados irão desfrutar de um retorno sobre os ativos mais do que aquelas que não o fazem.

A razão para tudo isso se se encontra na medida em que a cadeira de lucro é uma corrente da forma que seus funcionários trabalham em prol da felicidade dos clientes e para conseguir novos clientes para o negócio.

Tudo começa com empregados mais felizes, pois se os colaboradores não estiverem felizes, dificilmente, eles irão tratar o cliente de forma adequada, com simpatia e entusiasmo.

Calculando o índice turnover

turnover

A rotatividade de funcionários juntamente com métricas de retenção são importantes para calcular um modo para saber onde a empresa está e se está havendo melhorar ano a ano.

O cálculo é simples, mas os gestores podem se enganar caso não combine com outras variáveis para obter uma imagem mais completa do processo.

Para calcular a sua taxa de rotatividade simples, você apura o número de empregados que deixaram a empresa durante um período de tempo (normalmente um ano), e, em seguida, divide pelo número de empregados no início do ano e o número de empregados no final de o ano dividido por dois.

Por exemplo: digamos que você tem uma empresa de 300 pessoas. Se 40 colaboradores deixarem a empresa ao longo do ano, mas 25 outras pessoas foram contratadas durante o ano, no final do ano você tem uma taxa de retorno de 14%.

calculo

Ociosidade no ambiente de trabalho

ociosidade-no-trabalho

As principais razões para a ociosidade no trabalho são o estresse e a desmotivação, que muitas vezes ocorre, pois o funcionário não recebe um feedback construtivo de seu trabalho.

Considere estas estatísticas de um infográfico sobre problemas de saúde mental no trabalho:

  • 1 milhão de trabalhadores norte-americanos faltar ao trabalho a cada dia devido ao estresse no trabalho;
  • As perdas de produtividade relacionadas com problemas de saúde custam aos empregadores cerca de US $ 225 bilhões anualmente;
  • A depressão é responsável por mais dias perdidos no trabalho de que doenças cardíacas, hipertensão e diabetes;
  • 69% dos colaboradores relatam que o trabalho é uma fonte significativa de estresse.

Além dos efeitos financeiros, este é um problema sério que os líderes precisam começar a serem mais compassivo a respeito.

Estratégias de retenção de empregados

sistema-para-avaliacao-desempenho

Confira esses dados de uma pesquisa feita com os colaboradores de uma empresa bem sucedida:

  • Empregados com envolvimento inferior são quatro vezes mais propensos a deixar seus postos de trabalho do que aqueles que são altamente envolvidos;
  • 66% dos colaboradores altamente engajados informaram que eles não tinham planos de deixar a sua companhia;

Melhorar a retenção de colaboradores é realmente muito fácil. Tudo se resume a tratar os empregados com respeito e se certificar se eles estão realmente confortáveis no trabalho. Isso é muito mais fácil que ter que contratar novos colaboradoress e passar novamente por todo o processo de treinamento.

Aqui estão algumas estratégias simples que você pode tentar:

  1. Foco no crescimento pessoal

Encontre formas de ajudar os colaboradores a crescer e obter melhores no que fazem. Os colaboradores são naturalmente motivados intrinsecamente para dominar suas habilidades, mas como um líder, você pode ajudá-los a traçar sua carreira e ajudá-los a chegar onde eles desejam.

  1. Medida em tempo real

Você precisa saber como seus colaboradores se sentem em tempo real para ser capaz de resolver todos os problemas antes que se tornem grandes problemas.

Usando a Avaliação de Desempenho, a partir de um software de envolvimento dos colaboradores, o gestor pode manter uma visão ampliada sobre a satisfação do empregado ao longo do ano. Boas plataformas de engajamento de colaboradores lhe permitirão identificar qual variável de engajamento é a mais baixa, e não se trata apenas de felicidade, vale ressaltar.

Isso permitirá que você concentre seus esforços e recursos no lugar certo. Ser capaz de medir e reagir rapidamente é uma parte fundamental de manter o empregado sempre motivado e produtivo.

  1. Tome o tempo de contratação

Isto é mais fácil dizer do que fazer, mas tudo começa com quem você contratar. Você precisa atentar na contratação de pessoas que se encaixem com a cultura e valores organizacionais da empresa.

  1. Atente frequentemente ao feedback dos colaboradores

Como gestor, você deve não apenas dar feedback ao trabalho de seus colaboradores, mas também sempre estar disposto a ouvir o que eles tem a dizer sobre o trabalho.

Esta atitude irá mostrar aos colaboradores que você valoriza a sua opinião e quer que eles sejam felizes no trabalho.

A parte mais importante do processo é ser capaz de reagir rapidamente aos comentários. Criar uma cultura de feedback dentro de sua equipe é incentivar os colaboradores a falar honestamente sobre suas preocupações.

Entender o que está em sua mente e mostrando-lhes que você se importa é uma parte fundamental da retenção de colaboradores.

  1. Remunere os seus empregados de forma justa

Colaboradores avaliam se o trabalho que eles estão oferecendo para a empresa é igual a saída que está recebendo na forma de compensação.

Isto é conhecido como teoria da equidade, e é uma parte importante de retenção de colaboradores. Se você não é capaz de ajustar diretamente salário, pode haver algumas maneiras que você pode fazer colaboradores mais felizes através de regalias.

  1. Tenha sempre um orçamento para aprendizagem

Os colaboradores que estão mais capacitados, certamente, trarão mais valor à sua organização. Os colaboradores querem aprender mais, se especializar e sempre ficarem melhor no que fazem.

Como líder, você pode reservar um orçamento para permitir que seus colaboradores possam fazer cursos, irem a congressos, eventos e etc.

Isso mostrará que você se importa com eles.

  1. Não exagere na carga horária

Especialmente como a tecnologia se torna mais evidente em nossas vidas, os verdadeiros líderes devem conceder a seus colaboradores o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal que eles merecem.

Se a pessoa tiver uma longa jornada de trabalho, em certo momento o colaborador passa a ter queda de produtividade, o que faz com que ele fique mais propenso a erros.

Como líder, você precisa ser um bom modelo para os colaboradores. Eles podem estar com medo de deixar o trabalho quando termina o expediente se eles sempre  vê-lo no escritório até tarde da noite.

 É importante que os trabalhadores não fiquem sobrecarregados, pois isso irá incidir diretamente do estresse que mencionamos anteriormente.

  1. Ofereça boas regalias

Boas regalias aos colaboradores não são necessariamente coisas como cerveja e almoço. Mas sim, são coisas que mostram aos colaboradores que você os respeita e está disposto a tratá-los como adultos.

Essas coisas podem ser horários flexíveis, possibilidade de trabalho home office, feriado prolongado e entre outras coisas. Isso mostra que você possui confiança em seu trabalho e postura.

Os colaboradores vão retornar esse respeito com trabalho de melhor qualidade, pois é do interesse deles continuar mantendo essas regalias.

Está precisando de um software eficiente para fazer uma Avaliação de desempenho eficiente de seus colaboradores?

Cadastre-se no link abaixo e tenha acesso a uma breve apresentação do Software Avaliacao e a uma mini-consultoria grátis sobre qual a melhor forma de aplicar em sua empresa.

>>>Clique Aqui Para Acessar A Apresentação!!<<<<<

Engajamento no trabalho: o grande segredo das empresas de sucesso!
4.9 (98.75%) 16 votes


E-book Grátis

Descubra os 10 passos infalíveis para uma Avaliação de Desempenho Perfeita.

Informe seu e-mail ao lado

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!